Forbes diz que Microsoft é a terceira marca mais valiosa do mundo

0

De acordo com informações da Forbes, renomada revista norte-americana, Microsoft é a terceira marca mais valiosa do mundo, com um valor de mercado de nada mais nada menos de US$ 75,2 bilhões, ou cerca de R$ 260,6 bilhões.

Não é a toa que ela é chamada de “gigante de Redmond”, porém, pelo vale do Silício tem gente que ainda vale mais, a exemplo de suas grande “rivais”, a Apple e a Google.

Ainda segundo a Forbes, a empresa fundada por Steve Jobs continua sendo a marca mais valiosa do mundo, valendo hoje cerca de US$ 154,1 bilhões, que equivale a cerca de R$ 531,5 bilhões. A marca Apple vale tanto que seu valor de mercado quase que abriga o valor de mercado de suas concorrente somados, a Microsoft e a Google, essa última que é justamente a segunda marca mais valiosa do mercado segundo a mesma fonte, avaliada em incríveis US$ 82,5 bilhões, algo em torno de R$ 286 bilhões.

forbes list marcas

Essas três empresas do segmento tecnológico estão no topo da lista de marcas mais valiosas do mundo, enquanto outras desse mesmo segmento, como a Facebook (5º), IBM (7º), Samsung (11º), vem um pouco depois. As empresa desse ramo quase que dominam o top 10 da lista.

De fato a Microsoft e suas concorrentes vem lucrando muito com o mercado de tecnologia e os próximos anos devem ser ainda mais lucrativos, já que os serviços em Nuvem agregados a dispositivos móveis devem crescer ainda mais.

As vezes nos pegamos criticando tais empresas detentoras dessas marcas, mas essa lista deixa bem claro que quem está a frente das mesmas sabe exatamente o que estão fazendo, e isso é irrefutável, contudo, nem isso nos força a acreditar em suas metas ou ainda em suas promessas, muito menos em suas estratégias. Mesmo assim, há quem opte por crer, como o Windows Team, que ainda acredita no futuro do Windows Phone/Windows 10 Mobile.

Fontes: tecmundo

Share.

About Author

Funcionário Público Federal, formado em Licenciatura em Química, Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta do Windows Phone. Carpe Diem