Google pode trazer 1 milhão de APPs para o Windows em prol do Chrome OS

0

É interessante perceber como a Microsoft e a Google lutam para alcançar o mesmo objetivo… de uma lado a Microsoft domina o mercado de sistema operacionais para desktops e notebook, porém, tem muita dificuldade quando o assunto são os smartphones. Do outra lado da moeda temos a Google, que domina o mercado de smartphones com o Android, porém, não consegue crescer o suficiente com o seu Chrome OS, que é voltado para notebook e PCs. Agora a Google deu um passo semelhante ao dado pela Microsoft com o Windows 10 rumo a unificação de seus dois S.O., o Chrome OS e o Android.

O caminho para isso é Android Runtime for Chrome (ARC), lançado há aproximadamente um ano para permitir que os desenvolvedores adaptem seus apps para o Chrome OS da forma mais simples quanto possível, com algum sucesso. Feliz seria a vida dos DEVs se tudo fosse assim tão fácil. Veja o que comentou um dos maiores sites sobre Android do mundo, parceiros do Windows Central:

“Até o momento, o Android Runtime for Chrome (ARC) inclui uma versão rudimentar os serviços do Google (Play Services) que permite o Cloud Messaging, autenticação do Google, um provedor de contatos e o suporte a OATH2, desde que o desenvolvedor faça alguns passos extras para configurar as coisas através do console Google Developer. Para que o acesso à Play Store do Google aconteça, essa restrição deveria ser tratada. Isso poderia significar que uma versão completa dos serviços do Google ou deva ser construída dentro do navegador Chrome, ou deveria ser construída sobre uma versão maior e melhor do módulo ARC. Ou mesmo essas duas coisas poderiam acontecer, mas obrigaria o Google a construí-lo e distribuí-lo para quem realmente funcione.”

Vejam que a coisa não está lá muito favorável para que essa unificação aconteça tão cedo. A Google já percebeu que não é muito simples unificar esses dois sistema operacionais. Isso só revela quão complicado está sendo a unificação do Windows 10 em PCs, Tablets, Smartphone, Xbox e IoT. É complicado mesmo.

Além disso, a migração dos APPs do Android para telas maiores como as de Notebook também não é um trabalho qualquer, ou mesmo trivial. E mesmo que resolução não seja um problema, a adaptação da UI a telas maiores parece ser demasiadamente complicada.

Chrome OS google play APPs

A grande sacada nesse meio todo é que parece que o processo para migrar todos esses APPS para o Windows é demasiadamente mais simples do que para o Chrome OS. A ferramenta para fazer essa migração para o Windows seria a Native Called (NaCl), contudo, a Google nunca oficializou esse suporte, então, ainda estamos falando de especulações. Tudo isso seria executado via Chrome’s Native Client sandbox e para os usuários do Windows seria incrível.

Como estamos falando de um “efeito colateral” dessa novidade para os ChromeBooks, nada ainda é oficial, mas sim, apenas especulativo, contudo, com um forte indício técnico de que é possível. É bom lembrar que estamos falando de mais de 1 milhão de APPs aqui.

Fontes: mspoweruser e tudocelular

Obg ao Mark Wellington pela dica 😉

Share.

About Author

Funcionário Público Federal, formado em Licenciatura em Química, Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta do Windows Phone. Carpe Diem