O Windows 10 Mobile de 64-bits já está pronto, veja o que muda

0

No comecinho desse ano falamos pela primeira vez da versão de 64-bits do Windows 10 Mobile. Na ocasião a informação de que a Microsoft estaria desenvolvendo uma versão de 64 bits do Windows 10 Mobile foi descoberta depois da empresa abrir uma vaga de engenheiro de software na qual fica bem claro o que a eles esperam do profissional que será contratado.  Agora temos informações privilegiadas de que tal versão do sistema está pronta e deve chegar primeiramente para os novos Lumias 950 e 950 XL.

Quais seriam as vantagens de ter um sistema que pode receber instruções em 64-bits? Pra começar é uma evolução natural dos sistemas operacionais móveis e só o Windows Phone/Windows 10 Mobile ainda não está apto para isso. O iOS da Apple foi “atualizado” em 2013 e o Android da Google em 2014 e ambos já recebem instruções em 64-bits.

windows 10 mobile 64 bits

Mas, o que é um sistema de 64-bits? E o que é o bit? Binary Digit é uma unidade de medida de informação digital, com sequência de 1 e 0 bits, ou seja, é como uma fileira com numeração de ordem 1 e 0. Esta sequência é realizada, pois computadores só rodam com sistema numérico binário. Portanto, quanto mais bits o aparelho tem, mais informações é possível rodar simultaneamente.

Dito isso, é simples entender que um sistema que pode receber instruções em 64-bits é um sistema que pode receber uma quantidade de instruções muito maior ao mesmo tempo, logo, temos aqui um sistema ainda melhor e mais poderoso.

Isso não quer dizer que estamos dizendo que o de 64 é simplesmente melhor que o de 32-bits, mas sim que tudo é relativo. Para tarefas mais simples e para equipar um smartphone de baixo custo um S.O. de 32-bits é mais do que o suficiente, porém, quem quer um sistema para jogar games de altíssima resolução ou ainda para assistir filmes com resolução 4K e ou ainda executar dezenas de tarefas ao mesmo tempo, quanto mais instruções o sistema entender ao mesmo tempo melhor, então, é aqui que entra o sistema de 64-bits. Tudo é uma questão de aplicabilidade.

Outra vantagem é fazer com que o sistema suporte mais do que 3GB de memória RAM, já que isso é o máximo de memória que um sistema de 32-bits pode lidar, enquanto num de 64-bits esse número é muito maior, chegando até a 128GB de memória RAM gerenciáveis.

Porém, a maior vantagem mesmo é o fato do sistema permitir o: “x86 compat subsystem for Windows on ARM based on x86-to-ARM just-in-time (JIT) emulator”, isto é, os usuários seriam capazes de executar aplicativos x86 em chips ARM. Esse é o sonho de muitos usuários da plataforma, mas que ainda deve demorar um bocadinho para se tornar uma realidade. Só deixando claro que nenhum sistema operacional móvel faz isso atualmente e nem é certeza que os modelos já existente que comentamos no primeiro parágrafo terão essa capacidade adicionada.

Por enquanto sabemos que os dados abaixo foram apurados pela equipe de engenharia:

  • O consumo de bateria melhorou em 30%
  • Uso/gerenciamento da memória RAM melhorou 40%
  • O processamento de informações ficou até 72% melhor
  • O gerenciamento de memória de armazenamento está 26% melhor
  • O processamento de imagens capturadas pela câmera ficou 34% melhor
  • Áudio (gravações e ligações) ficou 28% melhor
  • Áudio e vídeo (Adreno) performance de reprodução ficou 45% melhor

É notório que a versão de 64-bits tem um melhor gerenciamento do hardware se comparado ao de 32-bits. Os testes foram feitos com 4 aparelhos, dois 950 e dois 950 XL, ambos foram expostos as mesmas situações de uso e testes controlados.

Informações preliminares dizem que todos aparelhos com 2GB ou mais de memória RAM e processadores compatíveis com instruções em 64-bits, podem ser atualizados (em termos técnicos), sendo apenas necessário quem eles sejam elegíveis ao Windows 10 oficial e estável.

qualcomm snapdragon 64 bits

Com essas limitações realmente essa versão ficará restrita aos Lumias 950, 950 XL, Acer Jade Primo e ao HP Elite X3, tendo em vista que atualmente apenas os Snapdragon 410, 412, 415, 430, 615, 616, 808, 810 e 820 da Qualcomm são de 64-bits. A não ser que apareça algum modelo novo com um SoC da serie 410, 412, 415, 430, 615, 616 ou 820. O update deve chegar até o final deste ano. Os Lumia 550 e o 650 usam o Snapdragon 210 e 212 respectivamente, que são de 32-bits, então, permaneceriam na versão de 32-bits.

Tudo isso são informações não confirmadas, mas podemos acompanhar todas elas com a hashtag #confiável. Além disso, não confunda versão de 32 ou 64-bits com o fato de que novas atualizações poderiam deixar de vir para os demais modelos. Uma assunto não tem relação com o outro. Todos continuarão sendo atualizado. O que muda é a performance, que ficará ainda melhor em aparelhos mais tops, além de novos recursos que eles poderão executar que vão além dos demais.

Share.

About Author

Funcionário Público Federal, formado em Licenciatura em Química, Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta do Windows Phone. Carpe Diem