Phil Spencer explica como funcionará as futuras atualizações de hardware do Xbox One

0

Semana passada falamos aqui sobre a grande inovação que a Microsoft quer trazer para o universo gamer, que são os APPs universais do Windows, esses que podem até substituir até mesmo jogos que são distribuídos em mídias físicas, passando a serem ofertados na Windows Store.

Além de abordarmos esse assunto, nesse mesmo post falamos sobre a possibilidade da Microsoft atualizar o hardware do Xbox One de uma forma semelhante a de um PC, então, choveu questionamentos sobre o assunto, sendo assim, vamos as perguntas e respostas sobre esse tópico, que tem até mesmo o dedo do Phil Spencer, que da mesma que nós, ele também foi muito questionado sobre como funcionaria esse processo de atualização do console.

Eu mesmo vou poder trocar o processador, memória RAM, etc do meu Xbox One?

Não! e a resposta para essa pergunta chave deve servir para as posteriores, pois, o que acontecerá na verdade é que o Xbox One ganhará apenas versões mais atualizadas de fábrica. Ele seria o modelo base, e eles poderiam adicionar mais RAM, um novo processador, etc, e anunciarem apenas que quem comprar um novo Xbox One já vai comprar um console com mais recursos.

Xbox One hardware

Seria algo semelhante ao Surface, só que sem o número, afinal, sendo o Surface 1, Surface 2, Surface 3… o híbrido continua sendo um Surface, então, quem comprar um Xbox One em 2018 poderia ter um console mais poderoso do que quem o comprou um Xbox One em 2015, e assim sucessivamente.

Sobre isso Phil Spencer disse que queria evitar que as pessoas precisassem esperar de 6 a 7 anos para atualizar seu console, que é o que como acontece hoje.

Então, haverá um Xbox One 1, um Xbox One 2, e assim por diante?

Pode até ser que sim, mas essa progressão numérica nunca será repassada para o consumidor. No máximo deverá uma codificação interna, ou mesmo a imprensa especializada pode adotar o ano de fabricação do modelo para diferenciar uma versão de outra, porém, ambos continuarão sendo o Xbox One.

Phil Spencer, um dos gurus da Microsoft que estão a frente da divisão Xbox

Phil Spencer, um dos gurus da Microsoft que estão a frente da divisão Xbox

E quanto aos jogos, poderei jogar qualquer game em qualquer versão do console?

Caso o jogo esteja no formato UWP (APPs universais do Windows), sim! possivelmente sim, a não ser que a produtora do jogo crie uma versão tão avançada do mesmo que versões mais antigas do console não sejam capaz de executar seus gráficos devido a limitações do hardware, por exemplo. Mas, fique calmo, pois, isso não deve acontecer em intervalos pequenos de anos. Para isso basta observar a gama de jogos que ainda chegam para o Xbox 360 e para o Xbox One simultaneamente. E olha que o Xbox 360 já está idoso… e não pertence a mesma serie do Xbox One.

Tal evolução é algo muito favorável para a comunidade, haja vista o console poderá ser melhorado com mais constância, mas sem deixar de ser compatível com games mais antigos.

Mais uma vez comparando o Xbox One com o 360, veja que a centenas de jogos antigos que o Xbox One não suporta, e dezenas de jogos novos que o Xbox 360 igualmente não suporta. Esse novo processo de update de hardware e adoção dos jogos no formato UWP do Windows 10, poderia criar uma nova geração de consoles que poderão ficar ainda mais tempo na ativa.

Quem quiser ouvir o Phil Spencer falando sobre o assunto é só ver o Podcast abaixo:

Fontes: gamespot

Share.

About Author

Funcionário Público Federal, formado em Licenciatura em Química, Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta do Windows Phone. Carpe Diem