Aplicativos

Windows 10 ‘Sets’ permite agrupar aplicativos e sites em uma janela com guias

Lembra que falamos na semana passada sobre uma grande novidade que havia saído para o Microsoft Edge onde seria possível abrir e gerenciar aplicativos e jogos diretamente do browser como se eles fossem guias do navegador? Pois bem, se esse novo recurso de guias do Edge já alimentava a ideia de promover Web APPs no Windows 10, o novo Windows 10 ‘Sets’ mostra que o futuro passa por ai.

Com o Windows 10 Sets a Microsoft planeja ampliar a experiência de navegação encontrada no Edge com guias para aplicativos no Windows 10, dando aos usuários a capacidade de agrupar aplicativos e sites relacionados em uma única janela.

Por enquanto a novidade não está disponível para testes nem no Anel Fast do programa Windows Insider, portanto, possivelmente nem o nome final do recurso deverá ser esse. O que é legal mesmo é que por enquanto, do pouco que sabemos sobre o recurso, ele permitirá que os usuários agrupem diferentes aplicativos e sites em uma única janela. Por exemplo, um usuário pode abrir o Word, o Bing e o Spotify numa mesma janela, permitindo a troca fácil entre cada aplicativo ou site. A ideia é permitir aos usuários agrupar facilmente e convenientemente o conteúdo da Web com o conteúdo do aplicativo e, quando emparelhado com a nova TimeLine do Windows, vai permitir que o usuário retome esses “Conjuntos” de guias em todos os dispositivos com Windows 10.

Mesmo jogos como o Minecraft poderão ser executados nesses Conjuntos de Guias. Assim, por exemplo, um jogador pode pausar o Minecraft, procurar algumas receitas no YouTube e ter o OneNote aberto para salvar notas no jogo, enquanto estiver hospedado no aplicativo Minecraft.

Não há dúvidas que a ideia por trás desse projeto é abordar a visão centralizada em torno do navegador, que está se tornando cada vez mais popular à medida que as pessoas fazem praticamente tudo a partir dos seus browsers de internet.

O recurso Sets pode ser desligado se for algo que você não está planejando usar. Em primeiro lugar, a capacidade de desativar Conjuntos será global, mas a Microsoft planeja adicionar uma abordagem mais detalhada, aplicativo por aplicativo, para que você possa deixar Conjuntos no seu aplicativo de e-mail do Outlook, mas desativá-lo para o Word, por exemplo.

Sobre isso a Microsoft disse o seguinte:

“O conceito por trás dessa experiência é garantir que tudo relacionado à sua tarefa: páginas web relevantes, documentos de pesquisa, arquivos necessários e aplicativos, esteja conectado e disponível em um clique. O Office, Windows e Edge se tornam mais integrados para criar uma experiência perfeita, para que você possa voltar ao que é importante e ser produtivo, recuperando esse momento, economizando tempo – acreditamos que esse é o verdadeiro valor dos Conjuntos. E com a Timeline do Windows, será ainda mais fácil voltar e encontrar o Set em que você estava trabalhando.”

No início, o recurso Sets será limitado a apenas aplicativos baseados UWP (Universais do Windows) e, em seguida, se expandirá para incluir programas Win32, incluindo aplicativos como Explorador de Arquivos e Microsoft Office no início de 2018. Para o Microsoft Office, os Insiders do Windows também precisarão estar inscritos no programa Office Insider.

Você ainda tem dúvidas que a Microsoft vai investir pesado nos PWA? Saiba mais sobre isso aqui.

Fonte: Windows Central

Alexandre Lima
Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP - Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!