DicasTutorial

5 maneiras de transferir dados de um PC antigo para um novo

Trocou de PC? Precisa urgentemente transferir dados da máquina antiga para a nova? Hoje, traremos aqui 6 maneiras diferentes de fazer essa transferência.

1 – Usando um HD Externo

HD Externo
Existe uma enorme variedade de HDs externos disponíveis no mercado brasileiro

O mais básico de todos, é claro, é usar um HD Externo. De posse de um desses com espaço de armazenamento suficiente para comportar todos os seus arquivos, bastará usar o Explorar de Arquivos do Windows para transferir dados para o HD Externo para que depois você possa usar esse mesmo disco para levar os arquivos para o PC novo.

A única coisa que você não poderá levar de um PC para o outro usando um HD Externo são suas configurações pessoais, como dados e contas de usuários, senhas, preferências do sistema e coisas do tipo.

2 – Usando um cabo de transferência de dados

transferir dados
Um acessório difícil de encontrar no Brasil

Hoje em dia, é muito comum as pessoas terem um HD Externo em casa, mas um cabo de transferência de dados é raro, no entanto, quem tem um, sabe como é extremamente prático usa-lo para esse fim.

Seu uso é muito simples, pois, ele consiste em um cabo de dados que deve ser conectado em ambos os PCs que vão trocar arquivos e pronto. Uma vez que os PCs estejam conectados, o software incluído irá transferir tudo através do processo de transferência de seus arquivos.

O mais legal desse processo é que é possível transferir não apenas os arquivos pessoais, como também configurações preferenciais do sistema, contas de usuário e pastas. Outro ponto positivo desse processo é que esse cabo custa menos que um HD Externo.

3 – Usando o OneDrive

onedrive
OneDrive tem planos diversos para todos os bolsos e necessidades

Se a onda agora é a Nuvem, então, vamos usá-la… usando uma conta Microsoft é possível obter até 5 GB de armazenamento online gratuitamente no OneDrive. É pouco espaço, concordo, mas você pode assinar mais espaço por apenas 1 mês, fazer o backup completo e depois cancelar o espaço extra.

Por exemplo: existe um plano do OneDrive que custa R$ 7 por mês e lhe concede 50 GB de armazenamento. Somando isso aos 5 GB que você já tem, dá um total de 55 GB. Sendo assim, transferir dados de um PC para o outro ficar mais simples.

Interessante é que se você for um usuário antigo do serviço, como eu, é bem fácil que sua conta tenha mais de 40 GB de espaço gratuito, pois, na época do Windows Phone, o simples fato de habilitar o upload automático de fotos já dava 10 GB. Depois tinha mais de 15 GB pela fidelidade para clientes com mais de 2 anos de uso do serviço e assim por diante. Hoje, ainda dá para ganhar mais espaço Free indicando amigos para se juntarem ao serviço.

Claro que se você é assinante do Office 365 e produtos semelhantes não terá problema com isso, pois, assinantes de planos da suíte de produtividade da Microsoft tem garantido 1 TB de armazenamento no OneDrive.

Enfim, depois de confirmado que você tem espaço o suficiente no seu HD Online no OneDrive, o backup poderá ser feito facilmente transferindo os arquivos do PC antigo para o OneDrive e depois baixando todos eles no PC novo. Este método é bem legal, porém, requer uma boa conexão com a internet, pois, o processo de transferência de GBs de arquivos leva tempo.

4 – Usando um programa chamado PCMover

PCMover
Interface do PCMover

A Laplink possui uma ferramenta bem interessante para transferir seus dados chamada PCmover. Não é um programa gratuito, então, cabe a você decidir se vale a pena usá-la.

Até tem uma versão Express, que permite selecionar pastas, perfis de usuário, arquivos e configurações que você deseja transferir para o novo PC. Tudo o que você precisa fazer é conectar os dois PCs à internet e permitir que tudo seja transferido. O PCmover fará o possível para que o seu novo PC pareça com o seu PC antigo, mas, dependendo da idade de um sistema operacional do qual você está se movendo, você provavelmente verá algumas alterações. No caso de algo dar errado, há assistência 24 horas por dia, 7 dias por semana, para ajudá-lo a resolver o problema.

Esta versão do PCmover não permite a transferência total de aplicativos entre PCs. Ele é compatível com transferência entre PC com Windows, inclusive o Windows XP e o Windows 10. O PCmover não cria um backup de seus arquivos quando eles são transferidos.

A grande diferença da versão Express e a Premium é que na paga existe a opção de copiar tudo, inclusive seus aplicativos instalados e assim por diante. A versão paga custa U$ 29,95.

5 – Usando o Compartilhamento Rápido do Windows 10 (Near Share)

Se seus equipamentos usam o Windows 10 como sistema operacional, uma boa solução para transferir arquivos de uma máquina para outra seria usando o Home Group, mas ele foi descontinuado em 2018 dando espaço para o novo Near Share, ou Compartilhamento Rápido do Windows. Que é a mesma coisa só que com outro nome e mais funcionalidades.

Como compartilhar um arquivo usando o Explorador de Arquivos?

PC
Explorador de Arquivos num PC com Windows 10

Se você quiser realizar uma transferência de arquivos única para alguém do outro lado da sala ou do outro lado do mundo, use a opção Compartilhar:

  1. No computador do qual você está compartilhando, selecione Compartilhamento por proximidade e verifique se está ativado. Realize o mesmo procedimento no computador para o qual você está compartilhando.
  2. No computador com o documento que você deseja compartilhar, abra o Explorador de Arquivos e localize o documento a ser compartilhado.
  3. No Explorador de Arquivos, selecione a guia Compartilhar, selecione Compartilhar e, em seguida, o nome do dispositivo com o qual deseja compartilhar.
  4. No dispositivo com o qual você está compartilhando, selecione Salvar e abrir ou Salvar quando a notificação for exibida.

Se você deseja compartilhar arquivos com dispositivos próximos, certifique-se de que o Near Share esteja configurado e corretamente em sua máquina, bem como no dispositivo de destino.

O Near Share está disponível em computadores que executam a atualização de abril de 2018 do Windows 10 e posteriores que usam adaptadores Bluetooth compatíveis.

Qual o melhor método?

Não existe opção melhor ou pior neste caso, pois, o usuário deve optar pelo método que estiver a sua disposição mais facilmente.

Alexandre Lima
Microsoft MVP Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!