DestaqueNotícias

5 razões pelas quais os clientes do Microsoft Surface não devem entrar em pânico

Uma nova pesquisa bastante questionável da Consumer Reports, retirou dos produtos da linha Surface da Microsoft o selo de “Recomendado” e atribuiu um “poor predicted reliability”, o que significa dizer que os dispositivos não seriam confiáveis a longo prazo e que poderiam falhar ou apresentar problemas com pouco tempo de uso, o que foi rapidamente defendido pela Microsoft e sua equipe.

Em um artigo publicado em 10 de agosto, a Consumer Reports diz:

Novos estudos realizados pela Consumer Reports National Research Center estima que 25 por cento dos portáteis da Microsoft e tablets vão apresentar aos seus proprietários, problemas no final do segundo ano de posse.

Ficou desconfiado? Sim. É bem estranho a linha Surface, uma categoria de produtos premium da Microsoft e que vem incomodando todo o mercado de tablets, híbridos e laptops, gerando boas receitas para a Microsoft e o principal, caindo no gosto e no coração dos consumidores, receber uma não recomendação. O trabalho muito bem realizado pela equipe de Panos Panay e a Microsoft com a linha Surface, está sendo copiado por praticamente todas as OEMs, com destaque negativo para a Apple, com mais consumidores trocando os seus Macs para Surfaces.

Mas, as manchetes negativas e direcionadas para a linha Surface da Microsoft e espalhadas por todos os sites de notícias, não contam toda a história. Os laboratórios da CNET testaram e revisaram todos os produtos da linha Surface desde o original Surface RT em 2012. A experiência com os produtos Surface tem sido positiva, especialmente nos últimos anos, com a Microsoft refinando e melhorando ainda mais a sua linha de produtos.

Antes de avançarmos, dois pontos que você deve observar. Consumer Reports é um concorrente direto da CNET neste mercado de recomendação de produtos. E, antes que você possa vir a acusar de uma análise pró-Microsoft, certifique-se de verificar as opiniões altamente avaliadas (por exemplo) dos MacBooks da Apple e portáteis da Samsung.

Com essas ressalvas, aqui estão as 5 coisas que você deve saber (um pouco analítico, algumas anedóticas) sobre essas notícias da Consumer Reports sobre a linha Surface:.

  1. Os dados citados pela CR não são retorno geral ou taxas de reparo para Surface laptops ou tablets. É baseado em uma pesquisa de assinantes da Consumer Reports, que podem ou não podem refletir o público de compra de um laptop. Embora a pesquisa afirme que envolveu “90.741 assinantes que compraram tablets e laptops novos entre 2014 e o início de 2017″—a pesquisa da CR não é apenas sobre a linha Surface da Microsoft, é estendida a outras nove marcas, incluindo Apple, Dell, Asus e HP. E não está claro quantas pessoas nesse grupo de pesquisa realmente possuíam produtos Surface.

Pedimos um comentário da Microsoft, e um porta-voz da empresa nos deu a seguinte declaração:

Enquanto nós respeitamos a Consumer Reports, estamos em desacordo com as suas conclusões. No mundo real da Microsoft, as taxas de retorno, suporte e dados de satisfação do cliente, mostram que estamos em pé de igualdade, se não melhor, do que outros dispositivos na categoria. Nós apoiamos firmemente a qualidade e a confiabilidade da família de dispositivos Surface e continuamos a fazer da qualidade, nosso foco principal.

  1. O assustador número de 25 por cento de falha é uma estimativa. A frase exata que a CR usa é esta: “Novos estudos realizados pela Consumer Reports National Research Center estima que 25 por cento dos portáteis da Microsoft e tablets vão apresentar aos seus proprietários, problemas no final do segundo ano de posse.” A estimativa vem da pesquisa acima mencionada que parece abranger apenas modelos Surface pré-2017. Parece improvável que os modelos atuais, Surface Pro e Surface Laptop, que não foram lançados em junho de 2017, serem incluídos no relatório, mais estranho ainda é a CR retirar suas recomendações destes produtos. Da mesma forma, apenas o Surface Pro 3 e modelos anteriores estão no mercado por dois anos ( o Surface Pro 4 foi lançado em outubro de 2015). Além disso, o termo “apresentar aos seus proprietários com problemas” é notavelmente vaga – CR cita problemas de inicialização, travadas e telas sensíveis ao toque que não respondem. Para a saber…
  2. existem certamente frustações documentadas com o hardware de produtos Surface. Mais amplamente, há relatos de problemas que vimos com a linha Surface em questões relacionadas com problemas ao suspender/retornar do modo sleep. O problema de desconexão de alguns proprietários do Surface Pro 4 foi solucionado pela Microsoft finalmente com uma atualização de firmware. E relatórios de problemas semelhantes com o novo Surface Pro apareceram logo após o seu lançamento em junho. Isso pode ser exatamente o tipo de questão que a CR identificou em sua pesquisa. Dito isto…
  3. em nossos testes hands-on de produtos recentes da linha Surface, incluindo o Pro, Book e Laptop, encontramos que eles sejam geralmente confiáveis. Como sempre, nossa experiência com várias amostras de revisão é menor que a da CR, mas, o Surface Pro 4, em particular, é frequentemente utilizado em nosso laboratório de testes e saiu-se muito bem desde 2015.
  4. A confiabilidade da linha Surface não parece sensivelmente melhor ou pior do que outros dispositivos nos reviews e comentários de usuários na Amazon ou e-mails recebidos de leitores. (De novo) é anedótico, mas a CNET recebe muitos e-mails, tweets e mensagens de leitores sobre questões de suporte para computador. Muito poucos foram sobre problemas específicos com a linha Surface. Isso é definitivo? Não, mas pode ser um bom indicador de como pensam os compradores de computadores. Da mesma forma, a página de produtos Surface na Amazon em qualquer lugar, há dezenas, centenas de milhares de reviews de usuários, de clientes com avaliações entre 3,5 e 4,5 estrelas, especialmente se você descontar os produtos pré-2014. Lembrando que a CR baseia seu relatório em estimativa de consumidores. Poderíamos esperar uma baixa audiência e avaliações negativas na Amazon, por exemplo, se um dos quatro produtos Surface fossem verdadeiramente problemáticos.

Colocando as coisas em perspectiva

Não podemos afirmar que a linha de produtos Surface é mais ou menos confiável do que outros PCs com Windows. É frustrante gastar mais de mil dólares em um novo laptop ou tablet, e depois descobrir que ele não funciona como esperado. Como tantos outros PCs no mercado, produtos Surface incluem uma garantia de hardware de um ano por padrão e você ainda pode incluir um extensão de seguro, se desejar.

Não temos uma pesquisa com os leitores sobre a questão da confiabilidade do computador portátil, como a Consumer Reports tem. Mas, lembre-se que a palavra final sobre estas questões, muitas vezes é fugaz. Os relatórios da CR retiraram sua recomendação em laptops Apple MacBook no final de dezembro, voltando a recomendação apenas 3 semanas depois, apesar de que, neste caso, foi baseado em um teste da própria CR e não em uma pesquisa com os leitores, como foi agora.

Para reiterar a experiência da CNET: no hands-on e testes, o Surface Pro, Laptop e Book largamente comportaram-se como esperado, incluindo os produtos que estão perto de completar dois anos de idade. Como tal, o Pro e o Laptop em particular, permanecem como dois dos nossos muitos recomendados laptops e tablets high-end. O Surface Book da mesma forma, ainda é uma compra sólida, apesar de potenciais compradores notar que a versão atual já vai completar quase um ano de idade e pode chegar  uma atualização em breve.

A pesquisa da Consumer Reports estima que 25% dos Surfaces poderão apresentar problemas, uma simples projeção futura baseada em uma pesquisa com mais de 90 mil leitores assinantes da CR, ou seja, não foram encontrados 25% de leitores que possuem o Surface e que apresentaram problemas, é apenas uma estimativa, apoiada em uma pesquisa e não em testes de laboratórios. Curiosamente, o Surface Laptop, disponível para compra a apenas 2 meses atrás, já teve o selo de recomendação da CR retirado, com base em estimativas, sem nenhum dado concreto, o que é bem esquisito.

A linha Surface da Microsoft assumiu recentemente, o primeiro lugar em satisfação do cliente, segundo a J.D. Power, uma das mais respeitadas e conceituadas empresas no setor de avaliação de produtos e satisfação dos clientes e que atua no mercado desde 1968.

Segundo a J.D. Power:

“… a linha de tablets Surface da Microsoft tem a melhor concorrência em um número de categorias críticas que são importantes para os compradores.

A linha de tablets Surface marcou 855 pontos em uma escala de 1.000-ponto, estreitamente batendo a família iPad da Apple (849 pontos). A Microsoft dominou consideravelmente, tomando as honras superiores com sua variedade de apps pré-instalados, suporte de acessórios de fabricantes, opções de conectividade de Internet e a quantidade de armazenamento interno disponível aos usuários. Não surpreendente, os proprietários da linha Surface igualmente usaram acessórios como teclados e mouses em uma taxa distante maior do que a média da indústria. Você pode definitivamente creditar essas vantagens à versatilidade extrema do sistema Windows 10 e do ecossistema de App/hardware.”

A Microsoft também venceu a competição em áreas que são tradicionalmente dominadas pela Apple: styling e design. Nesta categoria, os tablets Surface ganharam o elogio para seu estilo atrativo, qualidade dos materiais usados, tamanho total do dispositivo, e tamanho da tela (entre outras coisas).

Os resultados da J.D. Power também mostraram que os proprietários de Surface colocam uma alta prioridade na produtividade, algo que tem sido um ponto dolorido para os iPads, mesmo após a introdução do iPad pro. E para aqueles que se consideram os primeiros adotantes da tecnologia, os usuários de tablets esmagadoramente escolhem o Surface sobre o iPad e outros tablets.

“A plataforma Surface da Microsoft expandiu o que os tablets podem fazer, e ajustaram a satisfação do cliente,” disse Jeff Conklin, VP de indústrias de serviço para a J.D. Power. “estes dispositivos Tablet são tão capazes como muitos laptops, mas eles ainda podem funcionar como um tablet padrão. Esta versatilidade é fundamental para o seu apelo e sucesso. “

Nós vamos continuar de olhos abertos para qualquer problema em produtos da Microsoft e principalmente, ouvir o alerta de usuários reais e proprietários da linha Surface e fornecer ajuda sempre que necessário em nossos canais de informação. Se você tem alguma história real de uso com a linha Surface, boa ou ruim, por favor, compartilhe nos comentários.

Lembrando que temos a comunidade Windows Insider Brasil, onde você também pode deixar todas as suas dúvidas e o pessoal pode te ajudar.

E caso você necessite, não deixe de acompanhar a página de suporte oficial da Microsoft para a linha Surface, clicando aqui. 

Obrigado ao Gui Verdi pelas dicas. 😉

Fonte: CNet