A Microsoft lançou o Windows 10 S e a UWP é a estrela! 

0

Hoje foi um dia histórico para a Microsoft. Esse dia será lembrando por todos durante anos.

Pode ser que para você, hoje foi apenas o lançamento de um novo modelo de laptop da linha Surface, o Surface Laptop, mas, não foi apenas isso.

O lançamento do Windows 10 S é uma marco na história da Microsoft. Com este lançamento hoje, o Windows 10 S é uma das últimas etapas da conclusão do OneCore, a unificação total do sistema, o One Windows.

Windows 10 S é o presente e o futuro da Microsoft, hoje, a empresa mostrou toda a sua estratégia, vamos lá!

Num primeiro momento, parece que o Windows 10 S tem apenas uma diferença do Windows 10 Pro: a permissão de rodar apenas Apps da Windows Store verificados. Neste caso, você não poderá baixar e instalar um App clássico,  como demonstrado por Terry Mierson no palco. O Windows 10 S irá mostrar um App equivalente àquele na loja ou então, você pode fazer uma atualização gratuita até o fim do ano, depois , deverá pagar $50 dólares para atualizar para o Windows 10 Pro, se assim desejar, baixar e instalar os Apps clássicos normalmente como você já faz hoje.

Pronto, seria essa a única diferença?

Claro que não querido leitor, isso é apenas a ponta do iceberg.

Nós já havíamos falado sobre o que aconteceu hoje há 3 meses atrás, nos primeiros rumores do Windows Cloud, agora, chamado de Windows 10 S, com uma boa dose de acerto.

Eu irei direto ao assunto, para não ficar um artigo longo. Dito isto, qual é o principal problema dos smartphones com Windows 10 Mobile?

A falta de Apps.

Não apenas isso, os desenvolvedores não estão interessados em fazer Apps para o Windows 10 Mobile, logo, vira um círculo vicioso; o sistema é bom, mas não tem Apps ou tem Apps, mas não são bons. E vira uma constante, não vende porque não tem Apps e se não tem Apps, é por isso que não vende.

Isso sem contar a base gigantesca do Android e do iPhone dominando tudo, e o desenvolvedor não vê motivos para desenvolver para o Windows 10 Mobile.

O que fez então a Microsoft para resolver esse problema crônico? A falta dos developers, developers, developers!

De olho no futuro e enterrando o passado, Satya Nadella está executando a maior transformação na história da Microsoft, unificando o sistema em um OneCore disponível para todas as telas e até dispositivos screenless ou sem tela.

Com o lançamento do Windows 10 S, a Microsoft enfim, conseguiu resolver essa questão da falta de Apps para a plataforma Windows, veja, que agora eu mudei, não disse mais Windows 10 Mobile e sim Windows, porque a partir de agora, tudo será apenas, Windows.

A Microsoft está com mais de 700 milhões de usuários do Windows 10 e contando e essa plataforma já é gigantesca para qualquer desenvolvedor ignorá-la; e, diferente do cenário do Windows 10 Mobile, eles não poderão ignorar essa base de usuários.

UWP

A UWP (Universal Windows Platform) é a estrela do evento de hoje e nela está grande parte da estratégia da Microsoft. Como o Windows 10 S irá rodar apenas Apps da Windows Store, fica claro que apenas Apps UWP são permitidos na loja da Microsoft, o que irá forçar os desenvolvedores a converter o seu aplicativo utilizando o Desktop Bridge e disponibilizando seus Apps UWP na Windows Store. Com toda a estrutura do Visual Studio, empresas, startups e desenvolvedores comuns poderão utilizar as ferramentas da Microsoft e criar um App UWP e disponibilizar para todas as plataformas, Windows, iOS, Android e Web.

Você pode questionar que os desenvolvedores não vão fazer nada e tudo irá continuar do jeito que está, porém, isso não irá acontecer, porque repito, mais de 700 milhões de usuários e as novas estratégias da Microsoft, ninguém poderá ignorar a plataforma Windows.

O Windows 10 S, num primeiro momento, pode parece um sistema para concorrer com o ChromeOS nas escolas, mas não é bem assim. Windows 10 S está em todas as versões apresentadas hoje pela Microsoft, inclusive o belo Surface Laptop, com preços de até $2199 dólares na versão mais cara.

Mesmo pagando um preço alto pela versão mais cara do Surface Laptop, o sistema operacional instalado é o Windows 10 S, ou seja, esse é o sistema padrão da Microsoft daqui pra frente, mesmo em um equipamento com configurações parrudas: Processador i7, Tela PixelSense, SSD, leve, fino, boa bateria, etc.

Perceba que, dos modelos mais baratos aos mais caros apresentados hoje, todos vem com o Windows 10 S. Por que?

Porque a Microsoft unificou o Windows, uma loja e uma estrutura de desenvolvimento, a UWP.

O recado é bem claro, assim como Terry fez no palco hoje. Quer continuar no modelo antigo?

Simples, pague a licença do Windows 10 Pro (gratuita até o final do ano na compra destes modelos com Windows 10 S) e use do jeito que sempre utilizou, mas, o recado está dado, essa não deverá ser a realidade daqui pra frente.

O padrão da Microsoft a partir de hoje é: Apps UWP e Windows 10 S em todas as telas e dispositivos sem telas.

Entenda, as versões normais ainda vão ficar disponíveis por um bom tempo, que isso fique bem claro, não estou matando nenhuma versão do Windows 10 existente, apenas dizendo qual é o padrão atual e o futuro.

Desenvolva sua aplicação na UWP ou fique de fora de uma base de mais de 700 milhões de usuários, basicamente foi esse o recado.

E o Google, irá disponibilizar o Chrome na Windows Store? A Steam (bem que o Tim Sweeney reclamou da Microsoft)? Firefox? E até o Visual Studio também! Todo vão ter que fazer seus Apps UWP.

Ninguém irá escapar, quem quiser abraçar o mercado da plataforma Windows, deverá fazer o seu App UWP e disponibilizar na loja da Microsoft pra já!

E o Windows 10 Mobile?

Essa é uma boa hora para fazer a fatídica piadinha: O Windows 10 Mobile morreu, mas passa bem. 😀

Agora, você já entendeu que o sistema é o Windows 10 S, a loja é a Windows Store e os Apps são UWP, ou seja, só falta mais um membro para a família Surface ficar completa e então, não teremos mais problemas com Apps.

Retificando, faltam 2 dispositivos para a família Surface ficar completa, um dispositivo mobile e o futuro, a Realidade Mista, talvez um Surface Lens?

Fique ligado!

Share.

About Author