Ações da Nokia disparam e Microsoft diz que quer triplicar vendas do Windows Phone

13

As ações da Nokia subiram mais de 40% ontem depois do anúncio da venda de sua divisão de celulares para a Microsoft.  As 8h22 de ontem, o índice FTSEurofirst 300 operava em alta de 0,13 por cento, a 1.218 pontos, depois de ter alcançando o maior nível em uma semana de 1.220 pontos. A Nokia era a empresa que adicionava mais pontos ao FTSEurofirst 300 e ajudava o índice de tecnologia STOXX Europe 600 a subir 2,91 por cento, liderando todos os outros setores após o acordo de 5,44 bilhões (fora o valor das patentes) de euros de compra da divisão de celulares da Nokia.

MIcrosoft compra Nokia nextcapter

Enquanto isso a Microsoft já anda comentando por ai sua nova estratégia, que é triplicar as vendas de aparelhos com Windows Phone até 2018, passando dos atuais 4% de marketshare mundial para 12%. Mas, isso não é tão “novo” assim, pois, a antiga Nokia já falava em 15% de marketshare em 2018 também.

Uma informação que ainda não havíamos divulgado é que a Nokia ainda poderá fabricar telefones celulares do tipo featurephones, que rodam sistemas operacionais proprietários e que geralmente não são smartphones, mas, foram esses os responsáveis por popular a marca Nokia anos atrás, contudo, esse featurephones não usarão mais as marca Lumia ou Asham e nem Nokia por pelo menos pelos próximos 10 anos. Hoje a Microsoft deve divulgar mais informações sobre sua mais recente aquisição numa coletiva de imprensa.

Fontes: Tecmundo e Exame Abril

Obg ao Rodrigo Rios e ao Lucas Sousa pela dica 😉

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP - Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!