Segunda-Feira, 25 de Junho de 2018
Adobe Flash Player está basicamente morto para os smartphone e em breve para os PCs

Como muitos devem ter lido em algum lugar nessas últimas semanas, a Adobe anunciou que está abandonando o suporte ao Adobe Flash Player para navegadores de dispositivos móveis.  Um dos principais afetados por essa decisão com certeza é o Android da Google, pois, esse era um dos pontos que mais os usuários da plataforma e a própria Google se vangloriavam, tendo em vista que apenas o Android (em versões iguais ou superiores ao 2.2 Froyo) e o PlayBook da RIM, ofereciam suporte ao recurso.

Para quem conhece um pouco sobre esse tipo de ferramenta, sabe o porquê da decisão da Adobe em fazer isso. Dentre muitos, o principal está no fato do Flash estar longe de superar ou ao menos se igualar a eficiência do HTML 5. Os tempos mudarão e o Flash simplesmente ficou obsoleto, seja por consumir muita memória do aparelho ou por ter sido superado por tecnologias mais “leves” e funcionais. Então porque eles também não abandonaram o Flash para os browsers de PC? A resposta é: isso acontecerá em breve, cedo ou tarde. E pelos mesmos motivos pelos quais o suporte a plataformas móveis foi abandonado.

This is a Future...

Mas, o que isso tem haver com o Windows Phone? Isso mostra que o Windows Phone já está preparado para o futuro. O Internet Explorer 9 para o WP7 já possui um dos melhores suportes ao HTML 5. O próprio Steve Jobs parecia já prever o futuro. Lembro em uma de suas célebres frases: “Não precisamos e nem vamos adicionar o suporte ao Flash, ele já está morto… precisamos investir em tecnologias do futuro, como o HTML5…” Isso foi em 2010 no lançamento do iPhone 4. Esse mesmo pensamento também é o da Microsoft, que resolveu apostar no HTML 5. A Adobe possivelmente investirá bem mais tempo no aperfeiçoamento de sua ferramenta o Adobe Edge, que basicamente é um editor de páginas e recursos em HTML 5.

Mas, uma coisa ainda me deixa intrigado… o Android, o iOS, o Windows Phone, o Bada, o OS7 da RIM, O Internet Explorer, o FireFox, o Opera, o GoogleChrome, todos já possuem suporte ao HTML 5, então, porque as pessoas ainda continuam desenvolvendo coisas em Flash? Quem sabe essa atitude a Adobe não mude alguma coisa. Já está mais do que na hora de evoluir.

Fontes: Techtudo e Gizmodo

Compartilhe