Alex Kipman: HoloLens vai ficar melhor, mas não mais barato

0

O brasileiro Alex Kipman, conhecido como um dos principais criadores do HoloLens, em entrevista ao site CNET, falou um pouco sobre o futuro do device. Segundo ele, as mudanças devem ocorrer em três linhas: conforto, imersão e preço, entretanto, os dois primeiros acabaram se tornando prioridade.

Gostaria de aumentar a imersão e o conforto ao mesmo tempo, mas, essas coisas puxam uns pontos contra outros, pois implicam em uma coisa: preços mais altos. Eu não deixarei o preço subir, mas vou dar um jeito de aumentar a imersão. Vou aumentar o conforto também.

Lendo isso, podemos esperar por uma nova versão do HoloLens mais “clean”, com maior campo de visão, e de tamanho menor. No entanto, o elevado preço de 3.000 dólares deverá ser mantido.

A Microsoft planejava criar um produto que custasse menos de 1000 dólares, mas parece que não é o momento para isso, segundo o próprio Alex:

Você tem que reduzir o preço até o ponto que ele seja acessível para a maioria dos pessoas no mundo, e esse ponto seria um valor abaixo dos 1000 dólares.

Aparentemente a Microsoft espera que as empresas – Dell, HP, Lenovo, Asus e Acer – tragam versões mais baratas de headsets de realidade mista, todos inspirados no HoloLens. Mas, se você tiver o dinheiro suficiente para adquirir um HoloLens, ele certamente oferecerá a melhor experiência.

Recentemente foi declarado que milhares de HoloLens já foram vendidos, e Kipman confirmou que a Microsoft está se concentrando em clientes corporativos para a venda do dispositivo, e não consumidores comuns. Caso queira ler a entrevista completa de Kipman ao CNET (inglês), clique aqui.

Fonte: MSPowerUser

Share.

About Author

Estudante universitário de Sistemas de Informação na UTFPR, e amante de tecnologia móvel em geral.