App do LinkedIn desaparece da Windows Store

0

Em janeiro deste ano, surgiu uma informação de que o App oficial do LinkedIn seria retirado da Windows Store, porém, na ocasião, a própria equipe do LinkedIn tratou de desmentir a informação, pois, tudo havia acontecido devido a um erro no encaminhamento de um e-mail que deveria ter sido direcionado apenas para usuários de versões mais antigas do iOS e do Android, e de forma equivocada também chegou para usuários do Windows Phone 8.X e Windows 10, porém, agora em junho, quase seis meses depois do equívoco, o App foi retirado da loja de verdade e desde a semana passada não conseguimos mais encontra-lo na Windows Store.

Desta vez não temos nenhum comunicado oficial da Microsoft nem do LinkedIn. Para quem não sabe, a empresa foi comprada pela Microsoft em 2016, porém, Redmond manteve as atividade do LinkedIn de forma independente, ao menos até este momento. E para quem também não sabe quem é o LinkedIn, ela é considerada a maior “rede social” de cunho corporativo do mundo.

 

O motivo para retirada do App da loja só pode ser um: a Microsoft sem dúvida deve estar preparando um UWP, afinal de contas, o App que estava disponível na loja era apenas para smartphones e foi desenvolvido em Silverlight. Bem, como já sabemos, Apps criados em Silverlight sequer serão suportados pelas versões mais recentes do Windows 10. Por fim, falta menos de 1 mês até o fim do suporte oficial ao Windows Phone 8.X, sendo assim, não será nenhuma surpresa vermos uma penca de Apps sendo retirados da loja.

LinkedIn funcionando pelo navegador normalmente. Fica a dica 😉

Em contra partida, muitos desses Apps que serão retirados devem retornar para a mesma loja em forma de aplicativos universais do Windows. Ao menos esse é o caminho que os desenvolvedores devem tomar daqui pra frente. É o que nós acreditamos e a Microsoft também.

OBS: Não podemos descartar a possibilidade do sumiço do App da loja ser algo temporário também.

Share.

About Author

Funcionário Público Federal, formado em Licenciatura em Química, Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta do Windows Phone. Carpe Diem