Domingo, 22 de Julho de 2018
Apple e Microsoft mostram que nem só de números vive um sistema operacional

Ao som de trombetas e alaúdes a Nokia lançou o Nokia Lumia 1020 semanas atrás e a Apple o seu iPhone 5S dias atrás. Os fãs como sempre pouco se importam com os números que expressam as configurações do hardware de cada aparelho, porém, há quem sempre atire uma pedra nas empresas por conta desses benditos números.

lumia_vs_iphone_5

Pois bem, para quem sempre critica a Nokia/Microsoft por entregar um Lumia com processador Dual-Core e 512Mb de RAM “nesses tempos”, saiba que o iPhone 5S usa um processador ARM Dual-Core com clock de 1.29Ghz e tem apenas 1Gb de memória RAM. No entanto, tanto a Apple como a Microsoft conseguem mostram com isso que os números por vezes astronômicos usados pela Samsung e Cia para rodar o Android, não podem ser o fator determinante para definir quem é melhor. Vemos que o iOS7 da Apple mesmo com novas funcionalidades e uma interface renovada roda muito bem o seu S.O., assim como o Windows Phone 8 roda de maneira fluida e veloz em qualquer modelo, seja no mais básico como no mais top.  Tudo bem que o processador A7 usado no iPhone 5S traz algo novo ao mercado com seus 64bits, mas, de qualquer maneira vemos que a Apple pouco se importa em divulgar vários e vários números sobre o hardware do seu smart.

iPHone 5S hardware processador e RAM

Enfim, ao comparar smartphone ou mesmo qualquer outro gadget como tablets, Phablets, notebooks e até mesmo PCs, o melhor sempre é analisa-los como um todo e não apenas por números que vem escritos do lado da caixa, afinal, o resultado principal depende da eficiência do software em aproveitar o máximo o hardware sem que haja qualquer ônus para o usuário no que concerne a usabilidade e funcionalidade.

Fontes: Gizmodo

Compartilhe