APPs Universais do Windows devem diminuir as diferenças entre um Xbox One e um PC

0

Um dia você não precisará mais comprar um console de jogos e um PC em separado para aproveitar o melhor dos dois mundos… ao menos isso é que a Microsoft deu a entender ao revelar seu grandioso plano para o Xbox One e os APPs Universais do Windows.

Phil Spencer, que é um dos funcionários da Microsoft que está a frente da divisão Xbox, deu muitos detalhes sobre a evolução do console e como ele esta sendo preparando para o futuro “universal” tão pregado pela Microsoft.

A ideia principal é fazer com que o Xbox One seja capaz de rodar os APPS Universais do Windows tal como faz um PC ou um Smartphone com Windows 10. Mas, isso todo mundo já sabia, pois a promessa era de que o console também rodaria o Windows 10 e assim teria acesso aos APPs Universais. O “mais além” está no plano de transformar todo e qualquer game criado para o Xbox One também em um APP universal do Wnidows. De certa forma é um plano meio louco, porém, possível.

Nova UI da Home em um Xbox One com Windows 10

Nova UI da Home em um Xbox One com Windows 10

As ferramentas já existem, tanto que recentemente a Microsoft portou o seu jogo de sucesso, Forza Motorsports, para dispositivos com Windows 10. Ele agora é um UWP (Aplicativo Universal do Windows) e pode ser baixado pela loja. Antes só era possível baixá-lo especificamente pelo console ou por meio de uma mídia física.

As vantagens desse plano são tantas que podemos estar diante de uma nova forma de lidar com consoles de jogos. Se hoje um determinado game para o Xbox 360 não funciona no Xbox One por questões de hardware + software, a ideia é acabar com essa co-dependência, dessa forma, o Xbox One funcionaria como um PC ou como um smartphone, em que o que importa mesmo para que um jogo funcione é muito mais a versão do seu software do que o hardware (exceto quando o jogo requer um hardware mais potente).

Xbox One PCs Windows 10 UWP

Então, eles poderiam com o passar dos anos apenas ir atualizando o hardware do console, lhe dando um processador mais novo, mais RAM, mais memória, porém, sem que ele deixe se ser compatível com jogos mais antigos, afinal, sendo eles UWP, basta ir na Windows Store e baixá-lo normalmente.

Outro detalhe que vale mencionar é que Spencer fez questão de lembrar que eles não estão mais preocupados com o volume de vendas de seu console, afinal, o que importa mesmo não é quantos Xbox One são vendidos por mês, mas sim, os monthly active user (MUA) – número de usuários ativos mensalmente.

Spencer acredita que o que interessa de verdade para as empresas desenvolvedoras é esse índice e não quantos consoles eles vendem por mês, pois, ele reflete muito mais fielmente o quantitativo do público-alvo. Sua justificativa para tal afirmação é que uma pessoa pode muito bem comprar o console e o guardar em casa sem utilizá-lo por muito tempo, enquanto o índice de MUA dá um número exato de quantas pessoas estão usando a plataforma para jogar de verdade.

Xbox One PCs Windows 10 UWP smartphone PC tablets

São várias as consequências de tudo isso. No futuro podemos escolher comprar um Xbox One para jogar e também usá-lo para trabalhar, ou ainda, comprar um PC para trabalhar e também usá-lo para jogar, jogos super renomados podem chegar na Windows Store e ficar disponíveis para o Xbox One, PCs, Tablets e Smartphones com Windows 10, caso ele seja criado nos moldes dos APPs Universais do Windows, enfim, é um vislumbre de um futuro muito animador para quem aposta no Windows 10 e seus UWPs.

Fontes: theguardian

Obg aos vários leitores que nos mandaram a dica 😉

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP - Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!