Aplicativos

As novidades mais recentes do Microsoft Edge baseado no Chromium

microsoft edge
Microsoft Edge Chromium-basead com tema escuro

Faz tempo que não listamos as novidade que estão chegando para as versões DEV e Canary do novo Microsoft Edge baseado no Projeto Chromium. Desde o último post ambas as versões foram atualizadas várias vezes, então, vamos conferir o que chegou para a versão DEV do browser desde então:

  • Adicionada uma opção “Copiar o link de download” para o menu de um item baixado
  • O menu de contexto de um download cancelado não mostra mais uma lista de itens desativados e, em vez disso, mostra apenas “Copiar o link de download” ou “Copy download link”
  • Adicionada uma opção “Salvar como” à barra de ferramentas no visualizador de PDF
  • A opção do menu de contexto “Adicionar ao dicionário” para uma palavra incorreta agora tem um ícone
  • Para links rápidos na nova guia, se não houver um ícone de site disponível, o browser mostrará um ícone criado a partir da primeira letra do site
  • Eles aumentaram o tamanho de alguns textos no flyout do perfil do usuário para facilitar a leitura
  • Quando uma guia tem largura mínima e só mostra o botão Fechar, esse botão de fechamento agora está centralizado na guia
  • No submenu Apps, uma opção agora diz “Instalar este site como um aplicativo” em vez de mostrar um nome de item de menu realmente longo que continha o título do site atual
  • Ao usar o teclado para percorrer as guias, você pode pressionar enter e não apenas espaço para alternar a guia

Também tivemos muitas correções de bugs:

  • A caixa de diálogo enviar feedback não verifica mais os URLs e os endereços de e-mail
  • Corrigido um bug em que o Microsoft Edge poderia travar após ser acessado por meio de uma sessão de área de trabalho remota
  • Corrigida uma falha ao navegar de volta para os resultados da pesquisa de histórico
  • Corrigida uma falha relacionada a dicas de ferramenta que ocorreria em vários cenários diferentes
  • Corrigido um problema de formatação visual com o aviso sobre um download de arquivo perigoso
  • Corrigido um erro na guia Desempenho do DevTools, onde as caixas de seleção no visualizador de log de eventos se sobrepunham ao conteúdo do painel adjacente
  • As novas configurações da página da guia não são mais exibidas na pesquisa de configurações
  • Corrigido um erro com vistas em árvore (como a que aparece ao adicionar uma nova pasta de favoritos) estavam mostrando ícones em preto sobre cinza escuro no tema escuro
  • O ícone da nova ficha de registro não fica mais preto em cinza escuro no modo escuro

Antes de update vale lembrar que ele ganhou suporte ao Bing Tradutor, que passou a ser nativo no navegador, contudo, ainda não é funcional para quem usa um idioma diferente do inglês, já que por enquanto ele só traduz página para esse idioma; ganhou ainda um corretor ortográfico e por ai vai.

Do que ainda estamos sentindo falta?

Continuamos sentindo falta da opção que permita a tradução completa do navegador para nosso idioma (menus, caixa de contexto, etc). Na verdade, não só para o nosso, pois, a Microsoft ainda não liberou a tradução do aplicativo para nenhuma outro idioma que não o inglês. Até já baixei o PT-BR para quando liberar eu já fazer a mudanças, mas por hora, todo o conteúdo do browser só está disponível em inglês.

Outra coisa que ainda não chegou foi a novidade anunciada ontem, no Microsoft Build 2019, que o recurso Coleções. Ele é uma maneira de lidar com a sobrecarga de informações que os usuário sentem com a Web hoje em dia. O novo recurso permite que você colete, organize, compartilhe e exporte conteúdo com mais eficiência e com a integração do Office.

Gravação de tela mostrando coleções exportando um conjunto de câmeras salvas para um documento do Word.

Ele também captura fontes e cria citações para você automaticamente, por isso também é ótimo para estudantes e pesquisadores. Por fim, com a exportação para o Excel, é possível gerar planilhas simples para analisar dados diversos em segundos. Não deve demorar até liberarem ele na versão Canary e DEV do Edge.

Por fim, também estamos sentindo falta da liberação da versão Beta. Hoje, só dois canais estão disponíveis para download, que é o DEV e o Canary, ou seja, dois canais com compilações muito experimentais, digamos assim, versões Alpha. Queremos que eles liberem logo a versão Beta, pois, teoricamente ela seria mais estável e assim poderíamos ver mais pessoas “se arriscando” nos testes de modo que isso aceleraria o desenvolvimento do navegador. Ao menos eles liberam as versões de teste para o macOS.

Como obter essa versão do browser?

Para usar o novo Edge é necessário se inscrever no Programa Insider do Microsoft Edge baseado no Chromium e isso pode ser feito clicando aqui. Você não precisa ser um Windows Insider para se tornar um insider do Edge.

Alexandre Lima
Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP - Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!