Brasileiros ficam com o 3º lugar em Games na final mundial da Imagine Cup 2016

0

imagine cup 2016 Microsoft

Não foi desta vez que os brasileiros emplacaram um primeiro lugar por anos seguidos na final da Imagine Cup, mas, ficamos com o terceiro lugar na categoria Games com o jogo Sonho de Jequi. 

Os mineiros da PUC-MG Alessandra Faria de Castro, Érico Grasso, Ramon Coelho de Souza e Daniel Sanabria conquistaram o 3º lugar na categoria Games na fase mundial da 14ª da Imagine Cup, a copa do mundo de tecnologia da Microsoft.
A equipe chamada Tower Up desenvolveu o “Sonho de Jequi”, jogo de corrida e aventura que tem como objetivo contribuir socialmente com o Vale do Jequitinhonha, uma das regiões mais carentes do país. A equipe foi a única da América Latina a ficar entre os primeiros colocados na competição disputada em Seattle, nos EUA.
Screen Shot do jogo Sonho de Jequi

Screen Shot do jogo Sonho de Jequi

Ao todo, times formados por jovens de 35 países apresentaram seus projetos para a competição anual que oferece a possibilidade de adquirir novas habilidades técnicas, de negócios e design para ajudar a transformar suas ideias criativas em realidade.

Os alunos concorreram em três categorias: Games, Inovação e Cidadania e o melhor dos primeiros do pódio receberá uma mentoria privada com Satya Nadella, CEO da Microsoft, e o cobiçado título de Campeão Mundial da Imagine Cup 2016.

Os vencedores de cada categoria e os respectivos prêmios em dinheiro são:

Games:

  • 1º lugar: PH21, da Tailândia, $ 50.000
  • 2º lugar: None Developers, da Indonésia, $ 10.000
  • 3º lugar: Torre Up, do Brasil, $ 5.000

A equipe da Tailândia, PH21, criou o jogo vencedor de enigma, com uma história imprevisível e jogabilidade incomum. O jogador controla Marza, uma misteriosa mulher que roubou um dispositivo com o poder de ver o futuro, e Alpha, uma menina que tem a capacidade de manipular o tempo. Os dois personagens devem cooperar para superar os obstáculos e encontrar a melhor rota para cada desafio.

Inovação:

  • 1º lugar: ENTy, da Romênia, $ 50.000
  • 2º lugar: Mestres bits, do Sri Lanka, $ 10.000
  • 3º lugar: HealthX dos EUA, $ 5.000

A equipe da Romênia, ENTy criou um dispositivo wearable de alta tecnologia que rastreia o equilíbrio do ouvido interno e verifica a posição da coluna em tempo real. O projeto levou o primeiro lugar na categoria Inovação e trata-se de um dispositivo do tamanho de uma chave comum, que e é utilizado nas costas ou na cabeça e pode detectar problemas internos de ouvido e outros dados que podem ser úteis para os médicos no diagnóstico de pacientes.

Cidadania:

  • 1º lugar: AMANDA, da Grécia, $ 50.000
  • 2º lugar: Night’s Watch, da Tunísia, $ 10.000
  • 3º lugar: InSimu, da Hungria, $ 5.000

AMANDA da Grécia foi a grande campeã da categoria Cidadania. Os estudantes desenvolveram uma aplicação de realidade virtual para ajudar a combater o bullying. O aparelho coloca os usuários em cenas interativas em 3D, muitas delas envolvendo bullying, para medir suas respostas e se concentrar em aumentar sua empatia, consciência e autoestima. O nome do projeto é uma homenagem à Amanda Todd, uma adolescente canadense que fez um vídeo detalhando sua experiência como vítima de bullying, antes de tirar a sua própria vida em 2012.

Premiação Especial

A equipe BoneyCare da China recebeu o prêmio Ability Award, que reconhece os estudantes cujo projeto visa melhorar a acessibilidade e empoderar as pessoas com deficiência. Eles criaram o cloud-based para ajudar quem tem gagueira.

Durante a cerimônia de premiação, Lisa Wong, do Canadá, também foi premiada com o Microsoft Student Partner of the Year. Os estudantes finalistas de diversos países visitaram a sede da Microsoft em Redmond, Washington (EUA), nesta semana, para competir por mais de US$ 200.000 em dinheiro na Final Mundial da Imagine Cup 2016.

Tradição brasileira na Imagine Cup

Mais de 200 mil brasileiros já participaram da Imagine Cup e, em dez das quatorze edições, as equipes nacionais receberam reconhecimento. O Brasil foi o grande vencedor da última edição, em 2015, com o time E-FitFashion, da Universidade de São Paulo, na principal categoria, com o software “Clothes for Me”, que tem o objetivo de simplificar o processo de compra on-line de roupas sob medida.

Fonte/Reprodução: Assessoria de imprensa da Microsoft Brasil

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP - Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!