Build 2015

0

build-1024-512-1-1024x512

Esse post é bem rapidinho, estilo “wall” mesmo, mas para tentar elucidar a todos da revolução tecnológica apresentada ontem pela Microsoft.

Antes de tudo deixa eu expressar uma frase que está entalada na garganta há 4 anos: Comunidade MSDN (desktop), CHUPA!

Pronto, passou.

TRANSIÇÃO DE PLATAFORMA

Agora te explico a razão.

Desde de os primeiros indícios do desenvolvimento de uma plataforma baseada em Runtime pela Microsoft, a minoria da comunidade de desenvolvedores Windows apoiava a transição de plataformas, da antiga win32 para a winAPI, que acabou sendo chamada de winRT. Com uma visão conservadora, negaram-se a portar seus trabalhos para a nova arquitetura, aumentando a já relutância dos desenvolvedores Android em adotar uma modelo de plataforma fechada. Pois bem, agora não adianta mais chorar, sua influência foi desafiada pelo indiano e você terá de se adaptar a uma nova era.

Entenda. A abissal diferença entre o Windows 8 e o 10 quando tratamos dos computadores é sua integral reescritura em arquitetura Runtime e o completo “abandono” da tradicional arquitetura. Isso implica em que os clássicos programas continuarão a rodar no novo Windows, só que agora dentro de uma máquina virtual, ferramenta que foi reescrita da plataforma clássica para a atual e trazida do XBox: a App-v.

BUILD 2015 microsoft tablet

Sim, seus programas vão rodar com perda de desempenho no novo Windows, mas você vai adorar isso. Como a distribuição também foi unificada, os usuários finais passarão a buscar seus programas na Loja Oficial. Claro eles não querem vírus e darão feedback de desempenho. Ao dispor nos comentário que o app não é bom, que apresenta problemas de desempenho e etc o programador ver-se-á contra a parede e só lhe restará uma solução: portar seu antigo código de win32 para winRT, deixando de ser uma aplicação desktop para uma universal. Não se engane!, quem trabalha com .NET também está nessa perspectiva. Então, sem pressa, numa relax, já é melhor começar a estudar e ir adaptando-se a uma nova realidade para não ser surpreendido num futuro breve. Algumas parceiras já declararam apoio à iniciativa: AutoDesk e Adobe. Para começar, tá bom, não?

Márcio, isso vai dar certo?

O maior inimigo dos grandes estúdios de programação hoje é comum: a pirataria. Eu não consigo te dar números, mas a perda com pirataria é grande e ao unificar a distribuição das aplicações em modelo de plataforma fechada, loja unificada, a Microsoft deixa claro que não deseja mais usuários não-potenciais e que está sim apoiando a tecnologia financeiramente viável, tanto para ela quanto para todos os desenvolvedores e fabricantes de produtos para sua plataforma. Essa é a razão principal do total apoio à Apple e do sucesso de seus produtos. Então, a decisão foi mais do que acertada, e sim o indiano está sabendo que ele vai ter de bancar a transição admitindo déficts na plataforma em seus próximos dois a quatro anos. Não se assustem, assim como ele não se assustou com o déficit do valor absoluto proveniente da venda dos Lumias no último trimestre. Ao revés, ele mandou foi acelerar a transição das Nokias Stores para Microsoft Stores.

GAMES

Bem rapidinho. Assim como para os tradicionais programas, os tradicionais games para plataforma XBOX e PC estão com seus dias contados. A razão é a mesma: pirataria.

Conforme declaração da Microsoft na última semana, dos quatro grandes motores de desenvolvimento de games, três assinaram acordo: Unreal, Unity e Cocoos2. Amanhã, já há a demonstração de como tornar seu game universal com base em Unity, as demais devem ser implementadas até o final do ano.

PORTABILIDADE DE APPS ANDROID E IOS (OSX TAMBÉM TÁ, EMBORA NÃO TENHA SIDO MENCIONADO)

Esse foi o tema mais aguardado do dia e foi muito bem explicado. Não há emulação de app, mas introdução de ferramentas que permitem o aproveitamento do código-fonte.

Sinto muito Microsoft, mas você mirou errado, atirou no escuro e acertou na mosca!

Muito embora a ênfase desse tema tenha sido o aproveitamento dos códigos Android, não esperem que esses programadores venham tão cedo para a plataforma. E a razão é um tanto quanto ideológica, pois esses sempre defenderam que apenas viriam para a plataforma Windows acaso a Microsoft abrisse a possibilidade de instalação de Lojas alternativas, como é no Android, e caso isso não fosse alterado, o boicote continuaria a ser mantido. Logo, o modelo de plataforma fechada foi mantido então… não espere grande avanços aqui não.

BUILD 2015 microsoft img8

Por outro lado, há uma excepcional comunidade de desenvolvedores que estão sorrindo de orelha a orelha e que adoraram a novidade: os desenvolvedores Macintosh. Sim, se você for agora ao imore.com vai perceber como a notícia foi bem recebida e como estão todos ávidos para colocar as mãos na massa. As condições de publicação na Loja Virtual não diferem muito das adotadas pela Apple e a ferramenta de trabalho agora está disponível em seu sistema de forma gratuita. Acaso essa ferramenta funcione na prática, espere sim a chegada em peso da comunidade Mac (iOS e OSX) na plataforma WinRT, portando suas aplicações e, algo que já expressaram consenso, vão redesenhar a interface gráfica com base na paleta de cores da Microsoft pro app não “ficar feio” (anos e mais anos de fixação com design dá nisso). As pouquíssimas vozes contrárias na Mac Dev. foram maciçamente refutadas e a razão foi mais do que óbvia: financeira. Sim, desenvolvedores Mac são capitalistas e não há nada de errado ou amoral. A única dúvida é se a Microsoft vai manter o modelo de plataforma fechada, para que seus apps não possam ser pirateados. Lá o pensamento que prevalece é esse: cara, se posso programar um game para iOS (iPad) porquê não vou portá-lo para o Xbox? Se fiz um app para iPad e Mac, porquê não leva-lo para o Windows (computer); e se já o tenho para o iPhone, não custa nada disponibilizá-lo para o Lumia. Sim, essa é a expectativa e todos aguardam a liberação das ferramentas para o Mac. E amanhã há uma apresentação que até parece ter sido feita para eles (eu não duvido nada) “Seu Studio na palma da sua mão” uma clara declaração de incentivo à programação de apps de edição de imagens e vídeos em forma universal.

Eu fico por aqui e espero ter esclarecido um pouco o que está acontecendo na Build.

A todos um abraço.

Uma última: Matheus Bernardo, seu dia chegou, afinal o VS foi liberado para Mac e Linux. Nunca imaginei que um dia escreveria essa oração. Tá satisfeito?

Alexandre, desculpa, mas essa foi tão “sem tempo” que nem procurar pelo logo da Build deu.

Adiante.

Share.

About Author

Apaixonado por computação.