Domingo, 21 de Abril de 2019
Home Notícias

CEO do App MetroTube está entre as vítimas do atentado na Nova Zelândia

17/03/2019 1643 0
CEO do App MetroTube está entre as vítimas do atentado na Nova Zelândia

Chegou até nós uma notícia muito triste… o CEO do App MetroTube está entre as vítimas do atentado terrorista de Christchurch, Nova Zelândia.

Atta Elayyan

O atentado terrorista fez 50 vítimas fatais. O atirador invadiu uma mesquita e usou armas semi-automáticas para matas as pessoas. Se isso já não fosse o bastante, o assassino terrorista transmitiu seu ataque ao vivo pelo Facebook. Inclusive, atualmente, a rede social luta uma batalha quase sem fim para pôr um fim da propagação das cópias da live.

Hoje, saiu a lista de alguns nomes das vítimas do atentado, dentre a qual vamos destacar Atta Elayyan, que era CEO da empresa por trás do aplicativo MetroTube e Lazyworm Apps.

Quem usou algum smartphone com Windows Phone certamente lembrará do MetroTube. Falamos muito dele por aqui. Ele é um dos melhores clientes alternativos ao aplicativo oficial do Youtube. Por anos ele ajudou a suprir a ausência do App oficial do Youtube no Windows Phone. Atta e sua equipe sempre foram entusiastas da plataforma.

Atta também era um Microsoft MVP e seus amigos confirmam que ele era um grande fã do Windows Phone, tanto que passou um bom tempo se dedicando a criação de aplicativos no melhor estilo Metro.

Nosso colega morreu muito jovem, com apenas 33 anos. Ele não era apenas proeminente no mundo da tecnologia, mas também no esporte. Ele era um goleiro na equipe de futsal masculina nacional e de Canterbury. Na ocasião do atentado, Atta estava rezando justamente na mesquita em que o atirador escolheu para cometer tal atrocidade.

Um dos ex-diretores regionais da Microsoft, Keith Patton, twittou sobre a perda após o anúncio, tomando nota das principais contribuições de Atta para a plataforma Windows Phone.

Ao menos sabemos que esse terrorista já está preso e muito provavelmente será condenado a passar o resto de sua vida numa prisão. Nada poderá trazer Atta e as demais vítimas de volta, porém, o mínimo que se espera neste momento é que a justiça seja feita.

Fonte > OneMsft

Compartilhe:

Tags:

Comentários: