Chrome vai ganhar funcionalidade para ser mais seguro no Windows

0

Mesmo sabendo que o Microsoft Edge é um browser “responsa”, muitos usuários do Windows preferem o Google Chrome. Não só usuários do Windows, afinal, o Chorme é o navegador mais usado no mundo. Bem, o fato é que quem escolheu o browser da Google para usar no Windows vai poder respirar um pouco mais aliviado quando o assunto é segurança, pois, a Google está implementando uma ferramenta que ajudará a manter sua navegação mais segura e também poderá remover algumas ameaças que invadirem o browser sem que o usuário perceba. Em resumo, o Chrome vai ganhar poderes parecidos com o de softwares antivírus.

O recurso tem um nome bem sugestivo… Chrome Cleanup. Soou familiar? É porque o recurso realmente já existia, mas passou por uma reformulação e agora consegue remover softwares maliciosos e também avisa o usuário quando extensões modificam as configurações do navegador sem consentimento do usuário. Outras ferramentas do Chrome, como a Navegação Segura, já garantem alguma qualidade na navegação ligada a segurança, porém, quanto mais recursos melhor.

Ao receber a novidade, nem pense que você poderá desinstalar o seu antivírus ou desativa-lo, isso porque o “poder” de proteção da funcionalidade é completamente focado na proteção do browser e não do sistema em si. Além do mais, tudo é muito limitado a supervisão da instalação de complementos no Chrome, como extensões, então, por exemplo, quando uma extensão que faz alterações no browser é instalada e a mesma altera algo como o buscador padrão ou algo nas configurações do software sem o consentimento do usuário, o próprio Chrome emitirá um alerta para o usuário o notificando da mudança. A partir daí o usuário pode ou não tomar medidas que julgue necessárias, inclusive desinstalar a extensão. Tudo de forma simples e rápida.

A nova ferramenta é fruto de uma parceria da Google com uma empresa de segurança em TI a ESET, que combinaram  seu mecanismo de detecção com a tecnologia sandbox do Chrome.

Quando chega? 

Em seu anúncio o Google confirmou que este recurso começou a ser disponibilizado para os usuários e o processo deve ser concluídos nos próximos dias. Aqui tem mais detalhes.

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP – Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!