Claro lança no Brasil o 5G DSS, um ‘teste’ do 5G: a nova conexão foi liberada junto com o anúncio do Motorola Edge, que se trata de um dos primeiros dispositivos a ter suporte para a rede 5G. Saiba mais sobre o que a rede fornece.

Na última quinta-feira (2), a Claro revelou a chegada de uma tecnologia com o nome de 5G DSS (Nynamic Spectrum Sharing) em sua rede. Se trata de um “teste” do que a nova geração de internet móvel irá oferecer para os usuários do país em breve, embora ainda esteja distante do verdadeiro 5G.

Claro lança no Brasil o 5G DSS

Conforme um comunicado realizado pela Claro, a rede oferece conexão “12 vezes mais velozes que o 4G convencional”. A liberação chega juntamente com o Motorola Edge no mercado – o primeiro dispositivo no Brasil que possui a quinta geração de rede móvel.

Porém, a versão oferecida pela Claro não é realmente o 5G que irá chegar no território nacional em algum momento. Além disso, a tecnologia já está disponível em alguns países, inclusive nos EUA. O que diferencia uma rede da outra é a sigla “DDS”.

Como funciona o 5G DDS?

O Dynamic Spectrum Sharing (Compartilhamento Dinâmico de Espectro, em tradução livre) redistribui os espectros que já existem e são usados na rede 4G, de forma que altere frequências diferentes de acordo com o necessário. Dessa forma, algumas operadoras não necessitam aguardar pelo licenciamento do 5G no Brasil para começar a caminhar nesta direção.

Claro lança no Brasil o 5G DSS, um 'teste' do 5G
Claro lança no Brasil o 5G DSS, um ‘teste’ do 5G – Foto: Reprodução/Olhar Digital

Dessa forma, o sistema torna possível fornecer uma conexão mais veloz para usuários que tem dispositivos compatíveis com a rede 5G. A rede 5G DDS fornecida pela Claro será oferecida pela sueca Ericsson.

A companha ressalta que todos os investimentos realizados para a chegada deste “teste” serão acelerados assim que a rede 5G real chegar no Brasil – com a seguinte adição da frequência 3,5 GHz.

Passos em direção a implementação real

Embora a chegada do 5G DDS possa auxiliar a tornar mais rápida a implementação da versão real da rede, a Claro admite que ainda existem muitas barreiras que devem ser ultrapassadas. Como exemplo, podemos mencionar o leilão do espectro 5G que, até então, não tem data confirmada.

Além da pandemia do corona vírus, que atrasou a implementação no país, houve suspeitas do governo em relação a Huawei, que se trata de uma das companhias que oferecem infraestrutura para a rede.

Alguns países, como os EUA, confirmaram guerra contra a companhia chinesa por crer que a infraestrutura oferecida abre brechas para que a China espione comunicações.

Claro lança no Brasil o 5G DSS, um 'teste' do 5G
Claro lança no Brasil o 5G DSS, um ‘teste’ do 5G – Foto: Reprodução/Medium

Sem contar com os conflitos políticos, a chegada do 5G lida com problemas tecnológicos. Quanto mais frequência usada, maior tem que ser a quantidade de antenas para assegurar sua cobertura e capacidade. “Quanto mais alta a frequência, menor é o alcance”, relevou a empresa.

Claro lança no Brasil o 5G DSS. O que você achou disso? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. É só clicar no botão “Canal do Telegram” no topo da página.