Comissão europeia acusa formalmente a Google de monopólio e isso pode ser bom para o Windows Phone

2

google monopolio img1

Uma comissão de análise mercadológica ligada a União Europeia, na pessoa da Sra. Margrethe Vestager, comissária europeia para a concorrência, acusou formalmente a Google pela acusação de abuso de posição dominante no mercado (monopólio). A empresa detém cerca de 90% do mercado europeu de buscas na internet, e agora tem 10 semanas para preparar a sua defesa antes de encarrar a comissão.

A denúncia foi feita pela Microsoft, também pela Trip Advisor e outras empresas americanas e europeias. Todas afirmam que o mecanismo de busca da Google favorece apenas seus próprios sites e produtos. “A empresa concedeu uma vantagem desleal a seu próprio serviço de comparação de preços, uma violação às leis antitruste da União Europeia“, disse Margrethe.

Além disso, a Google também precisará dar explicações quanto a assuntos relacionados ao Android e as supostas dificuldades impostas pela própria Google as demais empresas quanto ao desenvolvimento de aplicações. As denúncias dizem que a gigante das buscas dificulta, de forma ilegal, o desenvolvimento e o acesso de aplicações móveis de suas rivais , por obrigar a todos a usarem apenas seus aplicativos oficiais, desenvolvidos por eles mesmo.

Neste ponto podemos citar o próprio Windows Phone, que não conta com nenhum app oficial da Google, como o do Youtube, Google+, Gmail, Drive, etc. Não conta por que nem a Google os desenvolve, nem deixa que a Microsoft o faça. Mas, isso também é válido para as próprias OEMs do Android, como LG, Samsung, HTC, e outras, que são forçadas a lançar seus aparelhos com os apps da Google pré-instalados.

google

Essa última parte também está contida em algumas acusações contra a empresa que, supostamente, também dificulta ilegalmente o desenvolvimento e acesso ao mercado de aplicações e serviços rivais por subordinação ou agrupamento de determinadas aplicações e serviços da própria Google. Isto é, eles querem e exigem (o que é ilegal) que fabricantes usem seu pacote de aplicações em seus aparelhos sem dar chance de concorrência.

Tudo isso pode favorecer e muito o Windows Phone, assim como as OEMs do Android, pois, caso a Google seja mesmo considerada culpada, além de pagar uma multa que beira os 6 bilhões de dólares, ainda terá que “afrouxar” suas regras de desenvolvimento de aplicativos, assim como terá que fazer mudanças em seus algorítimos de busca.

A Microsoft já enfrentou um processo assim anos atrás e perdeu. Será que a história vai se repetir? Só que desta vez com a Microsoft sentada na cadeira da promotoria?

Fontes: RIF, info e WMPoweruser

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP – Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!

  • Andriw

    Qualquer tipo de monopólio é ruim para o mercado. É assim nos PCs com o Windows é assim nas buscas com o Google e também é assim nos dispositivos móveis com o Android.

    • wedjon

      Acho que nesse caso dos PCs que VC falou…. Vejo um pouco diferente…. A Microsoft não tem competição!!!!! Apenas o Mac da Apple e Linux que brigam junto….. E outra… A Microsoft não atrapalha os desenvolvedores, tanto que já existem programas em que os Apks do Android funcionam no PC!!!! A Microsoft mudou e muito…..