O PicPay é um aplicativo de pagamentos online que foi lançado no ano de 2012. Ele foi desenvolvido no Brasil e tem como principal proposta facilitar as transferências de valores entre seus usuários. Além disso, ele também pode ser utilizado para realizar pagamentos a lojas e serviços virtuais. Dessa forma e através de algumas promoções e parcerias, o aplicativo cresceu e alcançou uma certa popularidade no país. No entanto, o seu crescimento somente não é maior, pois muitas pessoas não sabem como funciona o PicPay.

Veja também tudo sobre o RecargaPay!

Ainda vale mencionar que a ferramenta também apresenta ótimas avaliações em sites de reclamações e muitas das que são feitas contra o aplicativo são resultados de um mau uso do próprio usuário e não da ferramenta em si. Portanto, pensando nos usuários que desejam utilizar o PicPay, mas não sabem como ele funciona, escrevemos esse artigo, explicando um pouco sobre a ferramenta e também como fazer as suas principais funções.

O que é e como funciona o PicPay?

Como já dito, o PicPay foi lançado em 2012 e desenvolvido aqui no país. Ele é uma Fintech, ou seja, uma startup que foi feita para melhorar e facilitas transações financeiras. Dessa forma, podemos compará-lo ao Nubank, no entanto, o PicPay não funciona como um banco virtual. Na verdade, o seu funcionamento se aproxima mais a uma carteira virtual que pode ser utilizada para realizar pagamentos em estabelecimentos que são credenciados ou até transferir dinheiro para os seus contatos.

Além disso, não existe nenhuma taxa de cobrança ou juros por contas pessoais. Entretanto, a sua versão comum limita recebimento de valores em R$ 800,00 por mês. Caso você precise receber valores maiores, é necessário utilizar a versão PRO que cobra 1,99% do pagamento recebido, mas não limita o valor que pode ser recebido por mês. Vale mencionar que essa versão é direcionada para o público comercial.

Por fim, o PicPay pode ser muito útil na hora de fazer vaquinhas ou dividir alguma conta. Inclusive, é possível vincular o seu cartão de crédito e débito ao aplicativo. Dessa forma, você poderá fazer parcelamentos e até transferir um dinheiro para a sua conta corrente.

Principais funções do aplicativo

Vincular o seu cartão de crédito e fazer pagamentos são algumas das principais funções da ferramentas. Portanto, fizemos um tutorial de como realizar essas tarefas de uma forma bem simples:

Criando um perfil no PicPay

  1. Primeiramente, baixe e instale o aplicativo na loja de aplicativos do seu smartphone. Caso ele seja Android, clique aqui. No entanto, se ele for iOS, basta clicar aqui;
  2. Na primeira tela da ferramenta, selecione o botão “Cadastrar”;
  3. Em seguida, coloque seu nome, sobrenome, CPF, número de celular, data de nascimento, nome da mãe e outros dados importantes. Lembre-se de que é importante preencher todos os dados de maneira correta para não ter problemas futuramente;
  4. Após ter criado sua conta, selecione a opção “Ajustes” que está localizado no canto direito inferior da tela;
como funciona o picpay
Como funciona o PicPay – Reprodução/Rafael Vieira

5. Em seguida, escolha a opção “Conta Bancária” para adicionar os dados da sua conta corrente ou poupança;

como funciona o picpay
Como funciona o PicPay – Reprodução/Rafael Vieira

6. Na opção “Meus Endereços” cadastre seu endereço corretamente, já que existem algumas transações financeiras que necessitam do endereço para serem concretizadas;

como funciona o picpay
Como funciona o PicPay – Reprodução/Rafael Vieira

7. Por fim, vá na interface inicial e escolha a opção “Carteira”. Em seguida, selecione “Adicionar cartão de crédito” e coloque os dados do seu cartão de crédito para cadastrá-lo no aplicativo.

como funciona o picpay
Como funciona o PicPay – Reprodução/Rafael Vieira

Fazendo pagamentos

  1. Primeiramente, é necessário que você tenha dinheiro em sua carteira. Dessa forma, para colocar dinheiro na sua carteira toque em “Carteira” e depois selecione “Adicionar”;
Como funciona o PicPay – Reprodução/Rafael Vieira

2. Em seguida, escolha como você deseja adicionar dinheiro a sua conta. É possível fazer isso por meio de Boletos Bancários, DOC/TED, cartão de débito e transferência do Banco Original, desde que você seja correntista;

Como funciona o PicPay – Reprodução/Rafael Vieira

3. Após isso, define o valor e confirme. Dependendo do método de pagamento ele poderá cair imediatamente ou até em dois dias úteis;

4. Agora, para fazer um pagamento, vá até a interface inicial e selecione o botão “Pagar” que é o central do menu inferior;

Como funciona o PicPay – Reprodução/Rafael Vieira

5. Na próxima tela, ficará disponível vários tipos de pagamentos. É possível transferir dinheiro, pagar contas, pagar nas máquinas, fazer doações, recarregar celulares pré-pagos e até colocar créditos em bilhetes de transporte público. Dessa forma, decida que tipo de pagamento você deseja fazer, defina o valor e confirme o pagamento.

Como funciona o PicPay – Reprodução/Rafael Vieira

Promoções do PicPay

Um dos principais motivos do aplicativo ter aumentado a sua popularidade está explicado pelas suas ótimas promoções. Elas funcionam utilizando aspectos do que chamamos de Cashback, ou seja, você realiza determinado pagamento pelo aplicativo e recebe uma parte do seu dinheiro de volta.

Por exemplo, em uma determinada promoção o PicPay anuncia que devolve 30% do dinheiro gasto na compra de créditos na Steam. Dessa forma, caso você compre R$ 100,00 de créditos na Steam, R$ 30,00 ainda ficarão disponíveis na sua carteira e podem ser usados em outras compras ou transferências bancárias.

A Steam foi apenas um exemplo, já que o PicPay costuma fazer essa promoção para vários aplicativos, como Google Play, Uber, LOL e até recargas para celular. Além disso, em alguns casos, ocorre Cashback até em pagamentos de boletos bancários.

Críticas e avaliações no Reclame Aqui

PicPay e máquina Cielo / picpay como funciona
Como funciona o PicPay – Divulgação/PicPay

O aplicativo já sofreu muitas críticas e foi alvo de algumas polêmicas. Quando ele incentivava novas contas com um código promocional de R$ 10,00, se tornou o cenário de um esquema de pirâmide financeira. Devido a esse escândalo, o PicPay alterou as condições para utilizar os bônus de R$ 10,00 em convites. Dessa forma, o usuário apenas poderia utilizar esses créditos nos primeiros 7 dias de utilização da plataforma. Além disso, os convites mensais foram limitados a 100 mil em toda a plataforma.

Entretanto, esse foi o único problema que a ferramenta se envolveu. Por outro lado, a empresa tem uma ótima fama, principalmente no setor de atendimento ao cliente. Inclusive, no site “Reclame Aqui”, sua avaliação é ótima, já que a empresa apresenta um alto número de problemas solucionados de maneira rápida.

Além disso, o PicPay garante que todo o seu sistema de segurança é criptografado e armazenado em servidores completamente seguros, seguindo todas as normas e padrões de segurança de dados PCI.

Gostou? Já utilizou o PicPay? O que achou da ferramenta? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. É só clicar na imagem azul que está abaixo!