DestaqueNotícias

Como o Windows Phone poderia ser hoje???

4.68Kviews

A Microsoft anunciou no inicio deste ano o que toda a comunidade de fãs do seu sistema operacional para smartphones mais temia: O termino do suporte ao Windows Phone / Windows 10 Mobile em dezembro de 2019.

Após este anúncio, muitos daqueles que ainda acreditavam e aguardavam o lançamento de um novo smartphone com Windows resolveram abandonar o barco e migrar para o Android ou iOS, mas e se tudo tivesse acontecido de uma forma totalmente diferente? Como poderia ser sistema operacional móvel da Microsoft hoje, caso ele ainda existisse?

O usuário e entusiasta do Windows Phone no Twitter Zee-Al-Eid Ahmad Rana fez essa mesma pergunta e conseguiu criar um pequeno projeto de como o Windows 10 para smartphones poderia ser, caso a Microsoft continuasse a investida de tentar ser a número um no segmento de dispositivos móveis que carregassem o seu próprio sistema.

Antes de exibirmos o projeto, será legal recordarmos um dos momentos mais importantes da Microsoft com seu sistema operacional para smartphones, talvez um dos mais marcantes.

Para quem não se recorda, houve uma época em que o Windows Phone estava em forte ascensão, mais precisamente em 2013 de acordo com os dados divulgados pela consultoria IDC. Na América Latina o Windows Phone era a segunda plataforma para smartphones mais vendida, incluindo países como a Argentina, Chile, Colômbia e México. No relatório anterior, o Windows Phone respondia por mais de 25% das vendas de smartphones na Colômbia.

Já no Brasil, a porcentagem era menos expressiva, mas ainda assim considerável. Entre outubro e dezembro de 2013, 6% dos smartphones vendidos rodavam o sistema operacional móvel da gigante de Redmond.

Crescendo 1,6% comparado com o trimestre anterior, o Windows Phone tornou-se o segundo sistema operacional de smartphones mais vendido em terras tupiniquins, com o iOS ocupando o terceiro lugar, com 4,7% de participação nas vendas e o Android liderando soberano, com quase 90% do mercado. O ranking nacional ficou da seguinte forma:

  1. Android (88,73%)
  2. Windows Phone (6%)
  3. iOS (4,7%)
  4. BlackBerry (0,27%)

Graças ao sucesso de vendas do Lumia 520, um dos mais vendidos no Brasil, a Microsoft conseguiu ultrapassar a Apple no ranking de vendas e, quando todos nós acreditamos que o Windows Phone estava no caminho certo, a gigante de Redmond decidiu mudar sua estratégia.

Agora, para matarmos a saudade daquele tempo, vamos conferir como o Windows em smartphones poderia ser, caso ele ainda estivesse entre nós:

  • A tela de bloqueio, menu iniciar e tela todos os aplicativos está de cara nova graças ao Fluent Design! Seja recebido com uma mensagem de boas-vindas no topo da tela inicial e com a sua Timeline. A tela “Todos os APPS” agora tem um fundo acrílico;

  • Falando em linha do tempo, há uma tela de visualização de tarefas redesenhada também! Ela agora se assemelha à tela de visualização de tarefas do Desktop e tem os mesmos recursos, como Timeline;

  • Quer saber o que é aquela barra preta na parte inferior? É uma mistura da barra de tarefas do Windows 10X com os gestos do iOS.
    Para ir a Home Screen, deslize para cima;
    Para executar a Multitarefa, deslize para cima e segure;
    Para abrir a Barra de Tarefas deslize para cima com 2 dedos! Você também pode fixar seus aplicativos favoritos na Barra de Tarefas.

 

 

Mas isso não é tudo! Nosso artista também conseguiu reviver e dar cara nova a alguns dos nosso aplicativos favoritos do Windows 10 em smartphones.

 

People Hub
Groove Music
Maps
Microsoft Edge Chromium

O projeto ficou muito bonito e interessante! Eu como um grande fã do Windows Phone curti bastante e gostaria muito que tudo isso tivesse dado certo. O Windows Phone era um SO com um potencial enorme e tinha tudo pra dar certo, prova disso são os números que mostraram diversas vezes o seu crescimento perante os seus concorrentes.

E você leitor, curtiu esse projeto? Deu uma vontade grande de ter um smartphone com Windows e essa nova interface Fluent Design? Não esqueçam de deixar seus comentários… 😉