Notícias

Confirmado: novo navegador Spartan suportará extensões como seus concorrentes

Versão para PC do Spartan
147views
%título
Versão para PC do Spartan

Mesmo antes do seu anúncio oficial muitos já falavam que o Project Spartan, novo browser de internet da Microsoft que virá junto com o Windows 10, suportaria extensões assim como o Chrome e o Firefox, porém, a Microsoft não chegou a mencionar isso no evento do dia 21 e a dúvida ficou pairando no ar.

Pelo visto Spartan suportará sim extensões em suas configurações. Segundo o Neowin, a Microsoft respondeu que sim! que eles estão trabalhando em uma forma do Project Spartan suportar extensões.

As extensões são pequenos programas criados para modificar alguma funcionalidade do navegador, ou mesmo para adicionar alguma outra. A existência ou não de alguma extensão não interfere na visualização das páginas.

A confirmação desse suporte aumenta ainda mais a expectativa dos usuários para testar o novo browser. Infelizmente ele só deve estar disponível na versão Preview do Windows 10 daqui a 3 ou 5 meses.

Fontes: Neowin via: WC

16 Comments

  1. Não troco o IE por outro navegador! Vamos ver este aí que promete ser muito bom, mas o IE vai deixar saudades!

  2. Chrome deu uma avançada nesse ponto onde (oficialmente) só permite instalar extensões da Chrome Web store.

  3. Acho que deveria existir uma certa restrição para extenções, como acontece com os aplicativos da Windows Store. Apenas extenções certificadas, poderiam ser instaladas no navegador, ao contrário do chrome e firefox que permitem a instalação de qualquer tipo de extenção, o que pode trazer vulnerabilidades para o navegador. Por exemplo, uma extenção para baixar vídeos poderia ter em seu código, instruções para monitorar todas as atividades do navegador, incluido tudo o que é digitado, URL’s, screenshots. . .

  4. Dizem que ele poderá suportar, inclusive, extensões feitas para o Chrome. Se for verdade, ele já virá com muita coisa disponível no seu lançamento. Vide o Opera que suporta extensões feitas para o Chrome (obviamente que, no caso dele, ficou mais fácil por ele ter passado a usar o mesmo motor, e provavelmente muita coisa do projeto Chromium).

  5. Não teria como ela barrar. É como o Firefox no Android. Tem praticamente tudo o que a versão Desktop possui com relação a extensões. Você pode baixar vídeos de qualquer site, usar AdBlock, etc. Basicamente, muita coisa que a Google passou a barrar no Chrome.

    No caso de um App oficial, é diferente. Para a Microsoft usar a marca, ela precisa seguir determinadas regras. Seria como a Google querer desenvolver um aplicativo oficial do Outlook ou do Skype, e incluir recursos não previstos ou permitidos pela Microsoft. Ela poderia, no máximo, incluir, mas sem usar a marca, e sem dizer que é um aplicativo oficial. Neste caso, ela passaria a seguir as regras de uso da API, que talvez, possa permitir o uso desse tipo de recurso (vide vários apps alternativos do YouTube).

  6. Sem querer criticar, mas já criticando: eu nem lembrava mais que os navegadores um dia não suportaram extensões e só agora a MS resolveu adotar isso em seu navegador. Não sei o que aconteceu com a empesa nos últimos 10/15 anos, mas correr atrás do prejuízo esta virando uma marca registrada dela.

  7. Acho que suporte a baixar videos não é viavel, a google já impediu isso no app do youtube para Windows Phone, não creio que ela permitiria isso de novo nas versões desktop.

  8. Depois tem gente duvidando ainda no crescimento dos Lumias. O tectudo comparou o Moto E e o L630, e segundo eles, o Moto E ganhou pela tela (maior resolução em menor tamanho) e pelo S.O. somente. O Windows 10 promete acabar com essa falsa supremacia

  9. Tendo suporte ao AdBlocks e alguma extensão pra baixar vídeos do YouTube, já vai ser o suficiente pra mim ^^ o resto, tenho quase certeza que o próprio navegador vai está bem servido

  10. Bom… Espero que vingue. Gostei da interface da versão desktop. Atualmente estou tentando usar o Firefox como padrão. Já me enchi do chrome e do ie.

Leave a Response