Conheça “M”, a mais nova concorrente de Cortana que você pode não querer usar

0

Facebook M Assistente Digital Recentemente o Facebook anunciou o lançamento de sua própria assistente virtual chamada apenas de “M”. Ela será mais uma concorrente para a Cortana da Microsoft, como se já não bastasse a Siri da Apple e o Google Now.

“M” será um pouco diferente das demais assistentes virtuais, tendo em vista que ela será embutida apenas nos serviços oferecidos pelo Facebook. Atualmente ela só está disponível para uma pequena quantidade de usuários do Facebook Messenger e que moram em San Francisto – EUA. Dentro do Messenger há um botão específico para invocar “M”.

M é uma assistente pessoal digital dentro do Messenger que realiza tarefas e acha informações para você“, explica David Marcus, chefe do Messenger no Facebook. “Ela é provida de inteligência artificial treinada e supervisionada por pessoas“.

Qualquer nova tecnologia é sempre muito bem-vinda, porém, essa questão de “M” ser supervisionada por pessoas parece ser um pouco retrógrada. Por que? Porque informações corroboram com a crença de que atualmente tarefas muito complexas solicitadas a “M” ainda são, e serão por algum tempo, executadas por humanos.

Tudo bem que isso faz parte da evolução da inteligência artificial de “M”, afinal, Cortana e Siri também são, contudo, se ela for capaz de fazer tudo o que o David disse, tal evolução pode demorar anos e nem todo mundo vai querer participar dessa evolução. Sabe por que?

Prévia de "M" funcionando no app do Facebook Messenger para o iPhone

Prévia de “M” funcionando no app do Facebook Messenger para o iPhone

A promessa é que “M” seja capaz de resolver problemas para você, tais como: transferir dinheiro para um amigo ou parente, resolver um problema com sua operadora de telefonia celular ou com seu banco, marcar médicos pra você, fazer reserva em um restaurante sem nem lhe consultar, comprar um presente para um amigo e mandar entregá-lo por você, marcar um encontro com uma pessoa interessante, etc. “M” seria basicamente um Jarvis do Tony Starks da vida real, só que ainda melhor, já que seria ainda mais autônomo.

O problema é que até que seu desenvolvimento chegue a esse patamar teremos pessoas “reais” manipulando nossos dados. Tudo bem que elas estarão a quilômetros de distância, entretanto, quem ai gostaria de ter uma atendente resolvendo seus problemas bancários ou com um cartão de crédito ou ainda reservando restaurantes para você sem sequer que você saiba antecipadamente?

Além do mais, para que “M” possa ser ainda mais eficiente você teria que fornecer ainda mais informações ao Facebook, ainda mais do que eles já tem, como por exemplo, informações do seu cartão de crédito, pois, como “M” poderia comprar um presente para seu amigo ou parente sem esses dados? Também seria preciso revelar seu endereço e de seus conhecidos e coisas do tipo.

Assim como a polêmica envolvendo a Spinvox, que era um serviço de transcrição de correio de voz e que foi anunciado como se fosse automatizado, para mais tarde admitir que pessoas reais estavam fazendo o trabalho pesado para fazer o serviço funcionar, esperamos que o Facebook seja bem cauteloso e transparente quanto a propagação de “M”.

Fontes: BBC

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP – Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!