Depois de vender antiga fábrica da Nokia em Manuas a Microsoft vendeu a unidade que fabrica o Xbox

2

A Microsoft oficialmente não tem mais nenhuma unidade produtiva de hardware em Manus. Depois de vender a planta da antiga Nokia na região, ela agora deu cabo da unidade que produz o Xbox. A fábrica também foi vendida para a Flextronics, que é a mesma que comprou a planta da Nokia na mesma cidade. Na verdade quem sempre produziu o Xbox no Brasil foi a Flextronic, que é uma parceria mundial da Microsoft. São eles também quem produzem o console de Redmond na China, por exemplo.

linha de produção do Xbox

linha de produção do Xbox

Na avaliação de autoridades do Amazonas, o que teria pesado na decisão da Microsoft foi o fato de que a Suframa esta sem comando desde o começo do ano, e isso faz com que decisões burocráticas demorem mais a serem tomadas, o que “empurra” as empresas mais para perto dos grandes centros consumidores, como São Paulo, por exemplo. Para quem não sabe, a Suframa é uma Autarquia vinculada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior que administra a Zona Franca de Manaus – ZFM, com a responsabilidade de construir um modelo de desenvolvimento regional que utilize de forma sustentável os recursos naturais, assegurando viabilidade econômica e melhoria da qualidade de vida das populações locais.

Devido a isso, pensava-se inicialmente que a produção do Xbox passaria a ser feita em Sorocaba – SP, mas, a Microsoft Brasil confirmou que a produção do console será feita pela Flextronics na mesma fábrica de antes, assim como foi o caso dos Lumais. Isto é, será totalmente terceirizada.

Michel Levy e Luiz Elias no anúncio do início da produção nacional do Xbox em 2011

Michel Levy (antigo presidente da Microsoft Brasil) e Luiz Elias no anúncio do início da produção nacional do Xbox em 2011

Se para os consumidores pouco coisa vai mudar, o mesmo não pode ser dito com relação a vida dos funcionários da fábrica. Tanto na unidade da antiga Nokia como na do Xbox, a Microsoft já deu início ao plano de demissão voluntária, que oferece alguns benefícios extras ao funcionário. No caso da planta do Xbox, cerca de 1200 postos de trabalho estão em risco. Espera-se que na melhor das hipóteses a Flextronic absorva boa parte desses funcionários antigos.

Vale lembrar que essas demissões de mudanças fazem parte de um grande plano de restruturação de seu negócio de hardware proposto por Satya Nadella, atual CEO da Cia. O que Nadella está fazendo na verdade é meio que se livrando das unidades produtivas herdadas da Nokia Mobile, e ajustando o foco do negócio, assim como está cortando o máximo de recursos quanto for possível. Ao todo a Microsoft anunciou que cortaria cerca de 7800 postos de trabalho em todo o mundo.

Fontes: Veja Brasil

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP – Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!