Aplicativos

Dispositivo Andromeda da Microsoft pode ser dobrável e modular

Segundo informações de uma nova patente registrada pela Microsoft e revelada pelo Thurrott, o dispositivo Andromeda da Microsoft possui uma dobradiça modular, reformando a ideia de que o Andromeda poderia ser um dispositivo dobrável que também é modular.

Quando falamos modular é porque existe uma possibilidade do dispositivo ser composto por duas partes que eventualmente podem funcionar de forma independente ou pelo menos serem separadas. Então, suas telas poderiam ser unida por meio da dobradiça descrita pela patente a seguir e destacadas quando necessário.

Pelo visto a dobradiça seria feita de um material magnético, portanto, seria demasiadamente fácil unir e separar as metades, e isso também está registrado em patentes.

Esta outra patente acima não trata apenas de dobradiças, como também do próprio corpo do aparelho. A ideia proposta seria um fecho magnético (um imã em um pivô) de forma que o fechamento do aparelho fosse mais “forte” ao ponto dele não ficar de abrindo com qualquer movimento. Faz sentido, pois, caso o usuário desejasse usar o dispositivo de tela dupla com as duas tela fechadas, seria bem chato se ele ficasse abrindo com facilidade.

O ímã rotativo também teria a vantagem de poder rotacionar em ambas as direções, o que significa que ele poderia manter o dispositivo fechado na posição de 0 grau e também quando aberto a 360 graus (com os dois displays voltados para fora). As imagens conceituais abaixo parecem demonstrar bem o que estamos falando.

Nada garante que o tal dispositivo Andromeda será lançado no mercado algum dia, mas, dada a quantidade de patentes em torno do tal aparelho é difícil acreditar que ele não venha a tona em algum momento deste ou do próximo ano.

Fonte/Via: MSPoweruser

Alexandre Lima
Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP - Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!