[Editorial] A espera de um milagre… ops.. de uma build

0

Desde a liberação da primeira build do Windows 10 Mobile ainda em fevereiro deste ano, sempre que há indícios da liberação de um nova build um alvoroço é formado por vários testadores do programa Insider. Uma enxurrada de tweets invadem o perfil do nosso bom e velho amigo Gabe Aul, o grande cabeça que comanda o Insider, e que nos mantém informados sobre tudo ligado às builds.

Logo  no começo das liberações poucos smartphones eram elegíveis para a instalação das builds que na época se chamavam “Technical Preview”. Dos poucos aparelhos que eram todos Lumia estavam o Lumia 630, 635, 636, 638, 730 e 830, o que excluía uma boa parte, ou melhor, excluía no mínimo 70% dos consumidores ativos, visto que grande quantidade de smartphones no mercado eram os de baixo custo, tais como 520’s e 530’s, mas a Microsoft logo se manifestou em sua defesa, alegando que esse seleto grupo de aparelhos foram que obtiveram os melhores resultados nos testes internos, e que teriam que corrigir problemas no sistema de arquivos que eles encontraram nos aparelhos que eram ilegíveis no primeiro momento.

A partir das próximas liberações o restante dos aparelhos foram sendo adicionados e todos puderam usufruir em primeira mão do novo visual do Windows 10 para smartphones.

Pouco a pouco novos recursos foram sendo adicionados, e como se tratava de versões de testes bugs e travamentos poderiam ser constantes, nesse meio tempo Gabe foi quem manteve a comunidade Windows informada de tudo, mas a equipe de Aul tinha um inimigo, o tempo. O intervalo de tempo entre uma liberação e outra era de mais de um mês, o que deixava os Insiders perdendo o juízo, mas a espera sempre valeu a pena.

índice4

A cada liberação o SO se tornava cada vez mais completo, funções sendo adicionadas, bugs sendo corrigidos, bugs insistindo em continuar a nos perturbar, é, dificilmente colocavam um novo recurso ou ate mesmo aperfeiçoavam um, e um bug chato aparecia noutro lugar, era um verdadeiro Deus nos acuda quando tinha um bug chato e que demorasse para a equipe consertar. Só pra citar um, posso falar do atraso para mostrar as horas na tela de bloqueio. Esse bug, diga-se de passagem, foi um dos piores enfrentados pelos testadores. Clicávamos no botão de energia e depois de 5 segundo a hora aparecia Sem falar no fato de as vezes ter que voltar para o Windows Phone 8.1… mas esses bugs chatos são coisas do passado.

índice8

E quando surgem rumores que uma nova build está em testes internos e que ela se mostra promissora para a distribuição no Circulo Rápido? É uma chuva de tweets no perfil do Gabe Aul, perguntando quando vai ser liberada, perguntando o que vai vir de novo, perguntando se tal bug foi corrigido, enfim, são tantas perguntas, e sempre Gabe responde (é claro, que não dá para responder a todos), mas as perguntas mais relevantes são sempre respondidas.

Infelizmente nem sempre tudo são flores. As builds, antes de serem distribuídas aos Insider, são exaustivamente testadas dentro da Microsoft, porém, evidentemente uma build não pode ser liberada com um bug que possa inutilizar os smartphones dos caros testadores, como já aconteceu com uma build que estava pronta pra ser entregue e ter de ser suspensa por causa de um bug desse nível.

tr6vy

É claro que todos os cuidados são tomados para não prejudicar o programa e todas as liberações devem conter poucos bugs. A cada build liberada um changelog é liberado junto com ela que contém uma lista com todos os bugs que ainda persistem em assolar nossa usabilidade em nossos Lumias, ou em quaisquer outro smartphone movido a Windows.

Felizmente nem tudo são espinhos. A cada build liberada vemos sim que o Windows 10 Mobile vem para mostrar o quanto a Microsoft está empenhada em atender a todas as necessidades de seus consumidores, ajustando o que deve ser ajustado, adicionando o que deve ser adicionado e polindo cada vez mais nosso tão amado sistema móvel. A verdade é que o Windows 10 Mobile antes mesmo de chegar ao mercado já é amado por boa parte dos consumidores da Casa de Redmond e tem tudo para conquistar mais usuários mundo afora.

índice3

E quando instalamos a build e vemos que diversos bugs foram corrigidos e novidade foram inclusas na compilação, é muito prazeroso ver que nais recursos pouco a pouco são adicionados. Minha voz é ouvida através do Windows Feedback, “tá” certo que nem todos os recursos solicitados estão disponíveis em nossos telefones, mas pode acreditar que a equipe que desenvolve o Windows 10 Mobile poderá adicionar o recurso solicitado um dia, caso for pra um bem geral. Temos que ter em mente que nem tudo é possível por conta de patentes e outras variáveis.

índice5

Verdade seja dita: a Microsoft está fazendo de tudo para conquistar a todos. Quando digo todos, não me refiro apenas a usuários, mas sim, a usuários, desenvolvedores e até mesmo as OEMs. Reflita comigo… um único sistema:

  • Para usuários: Windows 10 no PC, no Xbox One, no smartphone e até em TVs
  • Para desenvolvedores: Uma única Loja, Projeto Island e Astoria para aproveitar o código de um app já feito
  • Para OEMs: novos recursos inéditos, o Continuum é um deles

O Windows 10 veio pra ficar e isso é um fato irrefutável. Sua aceitação foi tão grande que em menos de 4 meses da liberação do SO o mesmo já foi instalado em mais de 120 milhões de PCs pelo mundo, número ínfimo quando olhamos para a ambição da Microsoft que é ter o Windows 10 instalado em 1 bilhão de dispositivos até 2018. Lembramos que esse número inclui PCs, Smartphones, Xbox’s e dispositivos de internet das coisas.

w

Share.

About Author

Coordenador de laboratório, bacharel em Química com especialização em Química tecnológica, cristão, gosto de aprender novas tarefas nas horas vagas, fissurado em tecnologia e entusiasta do Windows Phone.