[Editorial] O que a venda da divisão mobile da Motorola pela Google tem a ver com o Windows Phone?

103

Recentemente a Google surpreendeu a todos ao vender a divisão mobile da Motorola, esta que tinha sido comprada recentemente por eles mesmos pela bagatela de quase 12,5 bilhões de dólares em 2012.

Eles venderam a Motorola Mobility para a Lenovo por cerca de U$ 2,91 bilhões. Mas então o prejuízo foi grande demais, não? A princípio o pensamento é realmente esse, porém, o maior interesse da Google estava mesmo nas patentes detidas pela Motorola que foram acumuladas durante anos.

Google vende motorola lenovo

Voltando a pergunta da chamada desse post… o que a venda da divisão mobile da Motorola pela Google tem a ver com o Windows Phone? Bem, para quem não sabe, se atualmente a Nokia é sinônimo de Windows Phone, a Samsung é sinônimo de Android. Isso porque hoje 83% dos aparelhos com Android disponíveis no mercado são da gigante coreana. A título de comparação, a Nokia detém hoje 90% do mercado de aparelhos com WP. Sendo assim, é fácil perceber que a Google e a Samsung são “grandes” parceiros e dependentes uma da outra no segmento. E observando e analisando esses e outros fatos, grandes especialistas na área já tinha sinalizado que a Samsung não tinha gostado nenhum um pouco da Google produzir o seu próprio hardware com Android. Em outras palavras a Samsung ficou enciumada.

Por outro lado, durante a CES 2014 a Samsung apresentou sua nova UI para tablets e smartphones chamada de Samsung Magazine UX. Essa interface tem diversas características do Windows 8 e Windows Phone e parece que dessa vez quem não gostou da “inovação” foi a Google. Isso porque a Samsung Magazine UX está bem longe de parecer com a UI padrão do Android já conhecida por muitos, e isto poderia “enfraquecer” o S.O. da Google.

samsung-magazine-ux tablets

Dito isto, fontes afirmam que depois de tantas badalações e mudanças no namoro de ambas, as gigantes, Google e Samsung, fecharam um grande acordo para se fortalecerem em vez de se afastarem, como poderia estar acontecendo, e o primeiro passo teria sido dado pela Google ao vender a Motorola Mobility. Especula-se que o próximo passo será dado pela Samsung, que pode “desistir” de investir tanto tempo e dinheiro no seu próprio sistema operacional, conhecido como Tizen, que seria mais um concorrente direto do próprio Android.

Sendo assim, se hoje a Samsung e a Google trabalham em um sistema de parceria unilateral (cada uma se beneficia individualmente), imaginem eles somando ainda mais forças… o Windows Phone e o iOS vão precisar suar a camisa para deter o crescimento da besta conhecida como Android. Claro que isso é baseado em especulações, críticas de especialistas e na nossa própria opinião, então, deixe a sua também para somarmos a discussão e não tome isso como uma verdade absoluta.

Android vs windows phone ios apple microsoft

Fontes: WPCentral  e G1

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP - Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!