Empresa de investimentos reconhece que errou ao sugerir que acionistas vendessem suas ações da Microsoft

0

A Goldman Sachs Group, Inc. é uma das principais empresas globais de banco de investimento, gestão de valores imobiliários e de investimentos, que fornece uma ampla gama de serviços financeiros para uma base de clientes substancial e diversificada que inclui corporações, instituições financeiras, governos e pessoas físicas com patrimônio líquido elevado. Ela atua até mesmo aqui no Brasil.
microsoft-ceo-satya-nadella-800x506

Em cumprimento de sua função, essa empresa alerta seus clientes sobre o risco de manter, vender ou comprar ações de determinadas empresas com base em dados da bolsa de valores e muitos outros indicadores. Em 2013, a Goldman Sachs sugeriu a seus cliente que vendessem suas ações da Microsoft por acreditar que não era seguro manter ações da empresa naquele momento e posteriormente. Pois bem, em dezembro de 2015 essa mesma empresa reconheceu que errou ao fazer tal sugestão e enviou um nota oficial a seus clientes com o título: “Corrigir um erro”.

Em nota a empresa reconhece que cometeu um erro ao rebaixar as ações da Microsoft para um status de sugestão de venda por parte dos seus investidores, e assume que a empresa deveria ter assumido uma posição de neutralidade, com fez agora. O status neutro é justificado pela enorme quantidade de mudanças pela qual a empresa vem passando desde que o novo CEO assumiu seu cargo, neste caso, o indiano Satya Nadella, que ficou no lugar de Steve Ballmer. Em 2013 Ballmer ainda estava a frente da Cia.

Microsoft bolsa valores ações

A Goldman Sachs reconheceu o excelente trabalho que o Nadella vem executando, e entende que o foco da empresa passa pelos negócios em Nuvem e muitos outros. Esse primeiro que está em grande ascensão. Eles também reconheceram que a transição de presidência da empresa foi muito bem conduzida.

Mesmo com um status de neutralidade, os analistas da Goldman Sachs preveem que a Microsoft continuará gerando lucros elevados até 2018, e que a empresa deve manter seu ritmo de crescimento.

Fontes: Bloomberg

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP – Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!