JogosNotícias

Epic Games culpa o bug Meltdown pelos problemas de desempenho de CPU no jogo Fortnite

A indústria de tecnologia continua a reagir aos dois grandes bugs de CPU e começamos a ver os primeiros sinais de problemas de desempenho que os patches de segurança  estão apresentando. A Epic Games revelou um gráfico de uso da CPU depois que aplicou a correção nos seus serviços de back-end para resolver a vulnerabilidade Meltdown. Ele mostra um aumento de aproximadamente 20% na utilização da CPU, imediatamente após a aplicação dos patches. A empresa mostrou o gráfico para “fornecer um contexto um pouco maior” em torno de problemas recentes de logon e estabilidade com seu jogo Fortnite .

“Todos os nossos serviços de nuvem são afetados pelas atualizações necessárias para atenuar a vulnerabilidade Meltdown,” diz um porta-voz da Epic Games em um post no fórum. “Dependemos fortemente de serviços de nuvem para executar nosso back-end e nós podemos ter mais problemas de serviço devido a atualizações contínuas”.

A Epic Games adverte que estas questões podem continuar na próxima semana, já que a empresa trabalha com provedores de nuvem para abordar as questões e evitar futuros problemas decorrentes.

A Intel junto com as parceiras, estão lançando atualizações de firmware para proteger contra as vulnerabilidades Meltdown e Spectre. As falhas afetam quase todos os dispositivos existentes nos últimos 20 anos e podem permitir que atacantes usem um código JavaScript em execução em um navegador para acessar a memória e roubar todos os dados. Esse conteúdo de memória pode conter traços chaves, senhas e outras informações valiosas. Plataformas de nuvem correm mais riscos, já que vários clientes normalmente compartilham o mesmo hardware/CPU, assim, qualquer problema de segurança atinge várias empresas ao mesmo tempo. Provedores de nuvem têm sido ágeis em aplicar os patches e a Intel diz que fez “progressos significativos”, lançando atualizações para proteger contra o Meltdown e o Spectre.

A Intel admitiu que os problemas de desempenho dependerá “altamente da carga de trabalho“, e que deve ajudar ainda mais com as atualizações de software. Alguns administradores de Linux estão relatando impactos de desempenho, e é claro que estamos apenas começando a entender como isso pode afetar todo os serviços de internet.

Lembrando que a Intel já está sendo processada em 3 estados e a redução no desempenho é um dos pilares destas ações.

Fique ligado!

Fonte: The Verge