Este é o telefone oficial de combate ao crime da polícia de Nova Iorque

0
lumia-640-xl

A NYPD usa Lumia 640 XL e 830 da Microsoft como o seu telefone oficial

É isso mesmo, o departamento de polícia de Nova Iorque terminou de equipar seus oficiais com smartphones, quase uma década depois que saiu o primeiro iPhone. O departamento começou a distribuir os primeiros smartphones para 36.000 policiais da cidade em abril de 2015 e terminou no início deste ano. Agora novos oficiais que estão se formando na Academia de polícia da cidade de New York, no Queens, recebem Lumias, junto com suas armas e insígnias.

Assim como a introdução dos smartphones trouxe melhorias para a vida diária das pessoas, também tornou melhor e mais fácil para os policiais da cidade combater o crime. Os oficiais são capazes de responder às chamadas do 911 mais rápido, resolver crimes mais eficientemente e criar laços mais fortes com sua comunidade, de acordo com a polícia de Nova Iorque.

Então, quais são os telefones escolhidos para os homens e mulheres garantir a proteção e segurança dos mais de 8,4 milhões de moradores de New York?

O Lumia 830 e o Lumia 640 XL.

O departamento olhou para o iOS da Apple e o Android do Google, mas escolheu o Windows Phone, por suas características de segurança e a capacidade de gerenciar remotamente as milhares de dispositivos nas mãos dos oficiais.

Em toda a cidade de Nova York, mais policiais estão olhando para seus telefones. Em um único dia na semana passada, 5.500 oficiais de NYPD acessaram e verificaram mais de 39.000 notificações.

Eles não estavam distraídos no trabalho, essas notificações foram chamadas do 911, o serviço de emergência.

nypd-smartphones-07

Inspetor Anthony Tasso, o comandante da divisão de tecnologia estratégica da polícia de Nova Iorque, registra seu telefone usando o seu ID da polícia

Resolução de crimes

A polícia já viu benefícios tangíveis de usar os telefones. Em um caso, um assaltante de táxi provavelmente teria fugido se não fosse a ajuda dos telefones.

“Nós provavelmente teríamos feito um relatório, e talvez nunca teria qualquer outra investigação,” disse o Inspetor Anthony Tasso, o comandante da divisão de tecnologia estratégica da polícia de Nova Iorque.

Em vez disso, os oficiais foram capazes de usar o banco de dados em seus telefones para descobrir que o ladrão se escondia no lado direito do prédio da namorada ao lado de onde ele havia fugido em Rockaway, Queens.

O ladrão tinha usado o telefone do motorista para ligar para sua namorada antes de fugir. Oficiais fizeram uma busca pelo sistema da polícia e com o número de telefone encontraram seu endereço através de um registo criminal.

Reforço dos laços com a comunidade

Além dos aplicativos e adições de alta tecnologia, a função mais básica do telefone, chamadas, é uma das funções que mais ajudou as relações com a Comunidade.

Antes dos telefones serem entregues, os oficiais não tinham um número de telefone ou e-mail de trabalho que eles poderiam dar para as pessoas que precisavam da ajuda em caso de necessidades.

Na época, era contra a política da polícia, dar informações de contato pessoais. Vítimas que queria encontrar os oficiais, saber o andamento de relatórios e processos, tinham que ligar para a delegacia e deixar uma mensagem, às vezes em caixas de correio de voz compartilhadas por esquadrões inteiros.

“Foi um longo caminho, não só para a eficácia dos oficiais, mas também para construir a confiança da Comunidade,”, disse Tasso.

nypd-smartphones-10

Aplicativos personalizados da NYPD para ajudar a combater o crime

Atualizações

Os Lumias da polícia de Nova Iorque vem com aplicativos personalizados para ajudar a combater o crime.

O desgaste diário do trabalho da polícia tem sido difícil também, levando a dispositivos danificados e quebrados. E um muitos telefones perdem-se todas as semanas.

A polícia está testando novos dispositivos e planos para atualizar para um telefone com Windows 10  no próximo verão. Juntamente com a segurança, o departamento considera a duração da bateria e a velocidade do processador, características importantes.

O próximo telefone precisa ser capaz de lidar com a visão do departamento para novas aplicações, como uma conexão com a central de câmeras da cidade (semelhante ao projeto do novo prefeito de São Paulo, João Dória) e a segurança ou expedição digital bidirecional.

“Passamos o último ano e meio construindo uma plataforma, obtendo os dados em ordem e distribuindo os dispositivos,” disse Tisch.

“Agora que temos essa plataforma, e nossos 36.000 fortes oficiais, pretendemos continuar a construir sobre ela.”

Aqui estão os aplicativos que a polícia de Nova Iorque e a Microsoft ajudaram a desenvolver para os oficiais:

911: chamadas diretamente, sem espera de relatórios. Os tempos de resposta de crimes em andamento caíram 12 por cento em 2015.

Pesquisa: O app permite que policiais pesquise através de nomes, registros policiais, matrículas, mandados e outros detalhes armazenados dentro de seu banco de dados da polícia. “Chamo-lhe os dados do Google de NYPD,” disse Tisch. (Poderia ser dados do Bing, né?)

Centro de informações do crime: Este é um mural com cartazes de procurado, pessoas desaparecidas e alertas de segurança. Quando a polícia começou a usar os telefones, uma série de roubos estourou perto da 100ª delegacia no Queens. Os suspeitos foram pegos depois do comandante avisar pelo aplicativo para os  oficiais na área procurar uma van branca.

Mensagens: polícia envia mensagens com base em suas atribuições, ranking, esquadra ou localização. O remetente pode definir se as mensagens vão sair para um local específico, geo-cercada. O NYPD tem usado isso para eventos como o desfile de ação de Graças e em casos de emergência como o bombardeio em Chelsea,  perto da rua 23, em setembro.

DD5: também conhecido como sistema de gestão de caso, é um bloco de notas digital que detetives usam para acompanhar queixas.

Formas: oficiais usam este aplicativo para preencher papelada, relatórios de apresentação de relatórios de acidentes, relatórios de violência doméstica e auxiliares. É o primeiro passo no movimento da polícia de Nova Iorque para abolir o papel.

NYPD U: policiais podem assistir vídeos de treinamento, ver slideshows e testes direto do seus telefones, mantendo-se atualizado sobre as políticas mais recentes do departamento. No passado, seria necessário deslocamento e viagens dos oficias para a Academia de polícia no Queens, para o treinamento.

Fonte: Cnet

 

Share.

About Author