Notícias

Estudo revela que as pessoas estão passando mais tempo no PC

Seguindo quase que num movimento contrário do que o senso comum acredita, um estudo publicado recentemente, no Journal of the American Medical Association diz que as pessoas estão passando cada vez mais tempo na frente de um PC. Digo que vai de encontro ao senso comum, porque a maioria das pessoas acredita que com a popularização do smartphone o PC seria deixado de lado e abandonado para sempre, porém, não é bem isso que está acontecendo. 

A pesquisa contou com 51.896 participantes e nela constatou-se que entre 2001 e 2016, o tempo total que adultos e adolescentes passam sentando diariamente aumentou em uma hora por dia; de 6,4 horas a 8,2 horas. O tempo total estimado de sentar aumentou de 2007 a 2016 (de 7,0 a 8,2 h / d entre adolescentes e de 5,5 a 6,4 h / d entre adultos).

surface

Isto foi em grande parte liderado por um aumento no número de pessoas que passam mais tempo sentadas em frente de um PC. A prevalência estimada de uso de computadores fora da escola ou do trabalho por pelo menos 1 h / d aumentou de 2001 a 2016 (de 43% para 56% para crianças, de 53% para 57% entre adolescentes e de 29% para 50% para adultos ). Curiosamente, o tempo estimado gasto assistindo TV e vídeo foi ainda maior, mas está estável desde 2001.

Voltando ao caso da relação entre smartphones e PCs, do qual falei no começo do post, um relatório bem recente da Datareportal revelou que houve uma queda no uso de smartphones para navegar na internet, enquanto que este mesmo relatório mostrou que o uso de Laptops e PCs para esse fim aumentou. Inclusive, entre os dispositivos diversos, como tablets, smartphones e outros devices, o uso do PC foi o único que aumentou (veja abaixo).

São dados bem interessantes que mostram que ainda vai demorar até o dia em que o smartphone ou qualquer outro dispositivo portátil desbanque o tradicional PC. Especialmente se ele rodar o Windows.

Fonte > The Verge

Alexandre Lima
Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP - Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!