Gemalto anuncia On Demand Connectivity e tecnologia eSIM para dispositivos Windows 10

0

Gemalto, em parceria com a Microsoft, apresenta o On Demand Connectivity e tecnologia eSIM para dispositivos Windows 10. Esta tecnologia eSIM é compatível com as últimas especificações e diretrizes para o provisionamento do SIM remoto previsto pela GSM Association (GSMA), uma associação global de fabricantes de dispositivos móveis e operadoras de telefonia celular.  A Microsoft adicionou suporte nativo a  eSIM no Windows 10, na WinHec 2016, quando combinado com solução de gestão de assinatura de conectividade On-Demand da Gemalto, possibilitando aos consumidores, gerenciar facilmente a experiência de conectividade de seus dispositivos.

winhec_2016

O eSIM (também chamado de SIM virtual) é um chip de celular que está embutido dentro do dispositivo mobile e não é removível, como a maioria dos chips de celulares.

Com o eSim, as pessoas não ficam presas aos planos de operadoras específicas, o que diminui custos, provém maior segurança aos consumidores e conveniência na hora da portabilidade.

Os consumidores estão cansados de ficar presos aos contratos com operadoras, e as fabricantes também estão insatisfeitas de enfrentar as barreiras de mercado que restringem os seus aparelhos, impedindo-os de atingirem escalas globais, e o eSIM pode ser a solução para ambos. Até o momento, os chips SIMs não podem ser implementados em todo o mundo se as especificações estritas das operadoras não são cumpridas.

Por isso, o eSIM é tão interessante. Entre as vantagens, podemos citar o fato de que os aparelhos ficariam possivelmente mais finos, já que não há necessidade de espaço físico para o chip. Além disso, os consumidores poderiam mudar de operadora sem restrições, de acordo com a que fosse mais adequada para as suas necessidades do momento.

Outro ponto positivo, é que o mesmo aparelho pode ter mais de dois números, algo especialmente interessante para empresas e organizações, que não teriam de comprar múltiplos dispositivos ou aparelhos Dual SIM ou até mais. Quem viaja ao exterior, não precisaria adquirir um novo SIM enquanto estivesse fora do país, já que o eSIM oferece um processo de ativação mais simples e rápido – e cobranças de roaming também seriam evitadas.

Por último, há a vantagem da segurança. Como os chips eSIM não são físicos, eles não podem ser roubados. Para organizações, os eSIM também armazenariam informações privadas, que poderiam ser utilizadas para autenticar redes de celular. Com todos esses benefícios e vantagens, talvez seja só questão de tempo até que os chips virtuais se tornem realidade em larga escala e ao que parece, os chips tradicionais estariam perto do fim.

Ao contrário dos chips físicos (SIM cards), eSIMs podem ser configurados remotamente por operadoras de redes móveis com informações de assinatura e é globalmente interoperáveis em todas as operadoras, fabricantes de dispositivos e provedores de tecnologia. A primeira onda de dispositivos com eSIM é esperada para estar disponível aos consumidores em 2017.

“Tecnologia eSIM significa um investimento importante para a Microsoft como nós olhamos para criar ainda mais oportunidades computação móvel,” disse Roanne Sones, gerente geral, estratégia e ecossistema para Windows e dispositivos da Microsoft. “Como um componente-chave para a experiência do Windows sempre conectado, trabalhamos estreitamente com a Gemalto para desenvolver uma solução que atenda as novas orientações da GSMA.”

Rodrigo Serna, vice-presidente sênior de serviços móveis e IoT para Américas na Gemalto, afirmou:

“A Gemalto criou uma gama completa de software de gestão de subscrição e de serviços para gerenciar o ciclo de vida do eSIM em dispositivos móveis. Continuaremos a trabalhar em estreita colaboração com a Microsoft e a GSMA para promover estes avanços, ao mesmo tempo proteger a segurança dos usuários finais, que confiam em seus dispositivos móveis para facilitar a vida cotidiana”.

Microsoft e Gemalto se uniram para fazer avançar uma realidade para os usuários finais, possibilitando uma experiência de conectividade segura e onipresente. Solução de gerenciamento On-Demand Connectivity da Gemalto, juntamente com o suporte nativo a eSIM do Windows 10, permite aos consumidores gerir perfeitamente a experiência de conectividade de seus dispositivos.

Será que agora vai? Ou as operadoras vão boicotar?

Fonte: MSPU

Share.

About Author