Gigantes da tecnologia trabalham juntas para criar um formato de vídeo open source

0

Atualmente grandes empresas como a Microsoft, Amazon, Cisco, Google, Intel, Mozilla e Netflix, pagam uma fortuna a MPEG LA, grupo que licencia formatos de vídeo como o H.264 e H.265, amplamente utilizados. Agora isso pode mudar. Todas essas grandes empresas vão se juntar para criar um formato de vídeo de código aberto (open source), com o intuito de se livrar das taxas pagas a MPEG LA.

video-splitter2

O projeto está em fase embrionária e ainda pode ganhar o apoio de outras grandes empresas. Quem sabe inclusive da Apple. No final, quem sairá ganhando será o consumidor e as próprias empresas, é claro.

Como? O consumidor pode sair no lucro porque esse projeto visa diminuir o custo com a reprodução de contéudo em vídeo, seja ele online ou não. Então, imagine que custará menos dinheiro para a Netflix reproduzir seu acervo em seus gadgets, então, ela pode repassar essa economia para seus assinantes, caso deseje. As vantagens para as empresas estão mais do que claras, eu creio.

O futuro desse projeto ainda é incerto, mas ele deve ser levado adiante com muita seriedade.

Fontes: Engadget

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP – Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!