Google é multada em US$ 2,7 bilhões por violação das leis antitrust

0

A gigante das buscas foi multada em US$ 2,7 bilhões por violação das leis antitrust. Quem emitiu a multa foram os órgãos reguladores do governo na Europa. O valor da multa é recorde.

Tudo começou quando foi descoberto que a companhia estava manipulando resultados de suas buscas para favorecer os seus serviços de vendas. A Google tem até 90 dias para resolver os problemas apontados, caso contrário, a empresa vai encarar uma nova multa diária de mais de 13 milhões de Dólares. 

“O Google abusou do seu domínio no mercado como mecanismo de busca para promover seu próprio serviço de compra por comparação, enquanto escondia os dos rivais”, disse Margrethe Vestager, membro da Comissão Europeia responsável por concorrência, durante uma coletiva de imprensa transmitida ao vivo online. “Isso não é competição e é ilegal sob as regras antitruste da UE.”

Vestager disse que eles estudaram 1,2 bilhão de buscas antes de chegarem à sua decisão de que o Google estava injustamente manipulando os resultados. Tais dados são analisados desde 2015 e levou todo esse tempo até que a comissão finalmente decidisse pela multa.

Este gráfico mostra o tamanho do domínio da Google nesse mercado na Europa. O Bing vem em um longínquo segundo lugar.

“Tivemos muitas conversas com o Google para ouvir seus pontos de vista e nós tivemos muitas conversas com consumidores e concorrentes, e alguns deles, companhias americanas, estavam envolvidos como reclamantes (muito possivelmente a Microsoft estava nesse meio). E centenas de companhias tiveram o tempo necessário para responder ao nosso questionário.”

Obviamente a Google não ficou calada diante de tantas acusações de baita prejuízo que tomou ao ter que desembolsar um valor que dá para comprar centenas de pequenas e médias empresas. Eis o que um porta-voz da empresa falou sobre o assunto:

“Quando você compra online, quer encontrar os produtos que está procurando rápida e facilmente. E anunciantes querem promover esses mesmos produtos. É por isso que o Google mostra anúncios de compra, conectando os nossos usuários com milhares de anunciantes, grandes e pequenos, de formas úteis para ambos”, um porta-voz do Google disse.

“Nós respeitosamente discordamos das conclusões anunciadas hoje. Vamos rever a decisão do Comitê em detalhe conforme consideramos um recurso e nós esperamos ansiosamente continuar nossa defesa”, a declaração continuou.

Além dessa acusação, a Google ainda terá que responder por denúncias de monopólio envolvendo do Android que também foram feita na União Européia.

Anos atrás, em 2004, essa mesma comissão européia multou a Microsoft em 497 milhões de euros (US$ 500 milhões) também por abuso de sua posição de líder, só que desta vez no mercado de softwares. Pouco tempo depois, em 2006, a Microsoft recebeu uma nova multa no valor de US$ 357 milhões (280,5 milhões de euros), por não ter cumprido com as determinações antimonopolista estipuladas em março de 2004. Desta vez a comissão aplicou uma multa bem maior na Google.

Diferente do que acontece nos EUA e no Brasil, a União Européia é muito mais rígida com esse tipo de prática. De qualquer maneira, consideramos que essas multas são benéficas para os consumidores, tendo em vista que a ideia é promover uma concorrência mais justa, afinal, concorrência sempre beneficia a balança para o lado do consumidor.

Fontes: Globo e Gizmodo

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP – Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!