A Google não garante mais a segurança de usuários da versão 4.3 do Android e anteriores

134

Android segurança quebrada

A maioria dos usuários do Android se gabam por ter a maior quantidade de aplicativos disponíveis em sua loja que qualquer outra. Bem, o fato é que, do que adianta ter milhares de apps se não for possível usar a grande maioria deles com segurança?

No mais recente movimento das gigantes das buscas, a empresa optou por não mais lançar atualizações de segurança para o módulo WebWiew para a versão 4.3 (Jelly Bean) do Android ou anteriores. O problema é que o WebView é usado com bastante frequência no desenvolvimento de aplicativos para o Android. Esse componente é capaz de exibir páginas da web sem que seja necessário abrir um programa em separado. Essa característica é constantemente usada por crackers para fazer acessos não autorizados ao smartphone vulnerável.

Android-4.3-Jelly-Bean1

O chefe de segurança do Android, Adrian Ludwig, tentou acalmar os ânimos dos milhões de usuários da plataforma publicando algumas dicas e explicações em seu perfil no Google+, que entre outras coisas incluem:

  1. Ele sugere que as pessoas não usem navegadores que usem o WebView. Como se a maioria dos usuários soubessem o que é essa ferramenta, ou soubessem como fazer essa verificação
  2. Prefiram navegadores como o FireFox ou o Chrome, que mesmo fazendo uso da ferramenta são atualizados constantemente com novos módulos de segurança. Isto é, de todos os navegadores disponíveis na loja as opções dos usuários ficam restritas a dois apps.
  3. A dica para os desenvolvedores é: garantam que apenas páginas confiáveis usem o módulo WebView em suas aplicações. Será que a responsabilidade quanto a segurança do usuário é apenas do desenvolvedor?
  4. Por fim, Ludwig justificou que seria inviável a empresa fazer “alterações em porções significativas do código e não ser mais prático fazer isso com segurança” no Android 4.3, já que o Android tem mais de 5 milhões de linhas de código. Será que o usuário tem culpa do sistema ter tantas linhas de códigos?

Pelo visto ter e usar um Android que não seja um modelo mais novo dá quase no mesmo que andar em uma corda bamba quando o assunto é segurança. Se uma versão tão recente do software já está tão vulnerável, imagina uma mais antiga…

Ao contrário do que a Google oferece, a Microsoft não dispensa esforços quando o assunto é segurança. Só para se ter uma ideia, até hoje quem usa um Windows Phone 7.X, que já foi descontinuado, pode trabalhar tranquilamente em seu telefone sem se preocupar com esse tipo de coisa. E como quem usa um Windows Phone 8.X pode ter sempre a versão mais atual do software instalada, a questão é ainda menos preocupante. Assim como a Microsoft, a Apple também tem essa postura, já que atualiza sempre possível seus aparelho para a versão mais recente do software, evitando esses transtornos.

Agora, seria interessante colocar o Project Zero para revelar umas brechinhas no Android, o que acham? 

Fontes: Tecmundo

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP – Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!

  • André Lucas Freitas

    “… usem Firefox ou Chrome, para evitar problemas com a WebView”… É sério isso? Com navegadores pra caramba na Play Store, vão limitar os usuários a somente 2? Eu definitivamente, amo meu Windows!

  • Me perguntando de onde tá saindo esse tanto de comentários fanboys da Google aqui no site.

  • Andriw

    A Google poderia fazer como a Microsoft, forçar a usar o IE ou o UC browser por falta de alternativos…. Menos fanboysse gente… O Windows Phone 7 não recebeu mais nada desde o lançamento do 7.8. Só não ta todo encaracalhado de lixos porque ninguém quer perder tempo desenvolvendo qualquer coisa para uma versão de SO que nunca saiu do volume morto.

    • O WP7 foi abandona depois de 3 anos de existência. quando tempo tem o Android 4.3?

      • Andriw

        Lumia 900 foi abandonado com nem um ano.
        Sem contar que atualizações mesmo mal chegaram a dois anos, desde o lançamento do primeiro Windows Phone em outubro de 2010 até a versão mano mango em maio ou junho de 2012. Quando anunciaram a tango foi mais um “calem a boca” do que uma atualização de verdade.

        • Mark Wellington

          Não sei muito sobre isso, mas onde viu que Lumia 900 foi abandonado com menos de um ano? E quanto as atualizações realmente não chega a dois anos pois são 18 meses.

  • Rodrigo Almeida

    so me tira uma duvida, o que faz um artigo sobre o Android em um site dedicado ao windows? :S

    • Jeferson Sousa Do Nascimento

      So uma piada para descontrair cara. Fique calmo que o foco é Windows.

    • Andriw

      Apenas um relapso de fanboysse do autor…

    • Mark Wellington

      Se todos os sites de tecnologia e até alguns de noticias divulgaram essa matéria, por que aqui não, se muita gente disse que a Microsoft também fez algo parecido?

    • Igor

      Crítica! E o último paragrafo faz referência ao Windows Phone…

    • André Lucas Freitas

      Pra rir um pouco, da Google, que quer forçar os usuários a comprar um smartphone com o Android “pirulito” ou o KitKat

  • Eduardo Papa

    É lendo os comentários aqui, dá vontade de rir de alguns e apoiar outros. Se dependessem do que as pessoas quisessem mesmo, andariamos a cavalo ate hoje, ai vai desenrolando e diria que hoje os smarts não seriam o que são hoje se não fosse o Steve jobs. Ele não inventou a bagaça mas revolucionou. Sou usuário ativo dos três sistemas e todos são excelentes cada qual da sua forma.

    • Guilhermo

      Como usuário de Windows e Android, te digo uma coisa. Steve Jobs foi o cara!

      • Andriw

        Eu sempre achei ele um tremendo filho da puta. Sempre me pedindo um rim em troca de uma de suas joias…

        • Matheus

          Isso Andriw ! HUAUSAUHSAUHSUHAUHASHU Sou um admirador do Steve Jobs, já tive um Iphone (O segundo) achava o máximo, ele realmente REVOLUCIONOU o mercado Mobile, tem que ser aplaudido de pé. Acho sim que o Iphone é mais do que excelente, só que com o preço praticado no Brasil é muito inviável. Hoje, dificilmente trocaria o WP, gosto da diferença visual dele para os outros SO.

  • Hamilton Freitas

    Já fui usuário Android por vários anos, ate comprar meu primeiro Windows Phone (O Ativ S) sem duvida o melhor aparelho da Samsung mesmo com a Samsung não dando atenção nenhuma para o modelo! Ate hoje minha esposa usa ele. Confesso que no início fiquei um pouco decepcionado com MS pois parecia q Nokia se importava mais com a plataforma que a própria MS. Mais nos últimos meses a MS vem mostrando que isso mudou! E hoje to feliz com WP e não sinto falta de nada que tem no Android e não tem n windows Phone que realmente seja útil pra mim e acredito que as coisas ainda melhorar mt pra gente! Valeu a pena acreditar na plataforma!

    • Helvio Fernando

      Ativ S? também já tive. Sua tela e câmera são um show,
      Vendi e a compradora até hoje está muito satisfeita, o aparelho é rápido e nunca deu problema

  • Mark Wellington

    O que eu achei interessante é que enquanto os desenvolvedores esnobam o WP a Google os esnobou, pois mandaram uma carta “Por favor, reconsidere, Google”. Irônico não?

    http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2015/01/fim-do-suporte-ao-android-43-pode-colocar-milhoes-de-usuarios-em-risco.html

  • Cara se tiver um povo mais birrento que fã de tecnologia tá pra existe! Os Jihadistas extremistas são besteirinha perto dessa galera! Gente Ninguem é melhor que ninguém, voces não deveriam mais ficar surpresos com essas atitudes de empresas como a tal fulana da materia, ou outras do cenario tecnológico. Eu já vejo como natural esse tipo de coisa, e acredito que só tende a piorar! É obvio que dá uma puta vontade de rir da cara da comunidade Android, mas… é como diz um velho ditado popular, “Quem ver a barba do vizinho pegando fogo, trate de colocar a sua de molho”…

    • Igor

      Desculpe discordar, Samuel, mas não acho nem um pouco natural uma empresa cujo sistema operacional é campeã de insegurança, e que ainda possui mais que a metade dos usuários nas versões mais antigas (do 4.3 para baixo), vir não garantir mais a segurança destes. Não é questão de rir da comunidade Android (embora um pouco de humor não faça mal a ninguém), mas denunciar a hipocrísia (e outras coisas mais) da Google e formar uma crítica válida para todos os usuários de smartphones que venham ler a notícia!