Greenpeace se junta ao iFixit para criticar a Microsoft, Apple e Samsung

0

Greenpeace se juntou ao iFixit para criticar a Microsoft, Apple e Samsung devido a produtos que essas empresas tem colocado no mercado e que são de difícil reparo, o que, consequentemente, e segundo eles, aumenta de forma considerável o descarte de produtos eletrônicos, logo, aumenta o desequilíbrio ambiental por aumentar a quantidade de lixo no planeta. Os dispositivos foram classificados em quatro áreas: substituição da bateria, substituição da tela, ferramentas necessárias e disponibilidade de peças sobressalentes.

O pessoal do Greenpeace não ficou nada satisfeito com os recentes resultados alcançados por gadgets dessas empresas no iFixit, como por exemplo, com o caso do Surface Laptop da Microsoft que recebeu nota zero no teste (reveja aqui). 

No lado da Apple os produtos envolvidos são alguns da linha MacBook Pro, iPhones e iPads. Já da Samsung o problema maior apareceu no Galaxy S8, que é o top de linha mais recente da companhia e que é muito difícil de ser reparado. HP e Dell também não escaparam das críticas. No total eles apontaram mais de 40 produtos, entre smartphones, laptops e tablets, que contribuem de forma negativa para o meio ambiente.

Sobre a nota do Greenpeace, a Microsoft disse:

“Como é o caso de muitos produtos, o Surface é construído por profissionais e é destinado ao uso por profissionais … O Surface é composto por componentes de alta qualidade, e nos fazemos valer da nossa garantia e dos materiais de ponta que são utilizados para criar esses dispositivos com recursos únicos e poderosos.”

Em suma, a Microsoft quis dizer que seus produtos da linha Surface são construído para durar. Possivelmente o tempo de vida útil do gadget deve alcançar o mesmo tempo de um dispositivo comum que pode ser reparado com mais facilidade. No final, eles durariam o mesmo tempo.

Sobre isso a Apple disse:

“O design altamente integrado nos permite produzir produtos que não são apenas bonitos, mas também finos, poderosos e também duráveis, produtos que duram muitos anos. Quando são necessários reparos, os provedores autorizados podem garantir a qualidade e segurança dos reparos feitos para os clientes. E quando os produtos atingem o fim de suas vidas, a Apple é responsável por reciclá-los com segurança e responsabilidade.

Continuamos investindo em formas de recuperar materiais de nossos produtos, como Liam, nossa linha de robôs de desmontagem – e incentivamos nossos clientes a retornar produtos através do programa de reciclagem Apple Renew. Também somos pioneiros em uma cadeia de suprimentos em circuito fechado onde os produtos são fabricados utilizando apenas recursos renováveis ou materiais reciclados para reduzir a necessidade de extrair materiais da Terra”.

A Apple meio de deu uma tapa na cara do Greenpeace, pois, mostrou que a empresa tem se preocupado e muito com essa questão apontada por eles. Dado o tom do comunicado da Apple, ela não gostou nem um pouco dos apontamento da ONG e do iFixit. A Samsung não quis se pronunciar.

Tudo é válido, pois, se não fosse a pressão de organizações como o Greenpeace e também de empresas com o iFixit, a preocupação ambiental dessas grandes empresas seria mínima, então, no final das contas, isso é benéfico para todos, especialmente para a mãe natureza.

Fonte: CNET Obg ao Edson pela dica 😉

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP – Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!