HP apresenta computador 8 mil vezes mais rápido que as atuais máquinas mais comuns

0

Imagine um computador do tamanho de um PC normal, até mesmo de um Notebook grande, mas que é simplesmente 8 mil vezes mais rápido que as máquinas atuais mais comuns? Isso não é um rumor, muito menos uma pegadinha. De fato, a HP apresentou ao mundo o que eles chamaram de “The Machine“, um computador super poderoso, mas que não é alimentado apenas por poderosos processadores da Intel ou AMD, e mesmo assim entrega um desempenho 8 mil vezes superior as máquinas mais comuns da atualidade.

O The Machine é uma iniciativa da Hewlett-Packard Enterprise, que é um braço corporativo nascido da cisão da HP. Ele não usa uma arquitetura convencional, e promete remodelar esse mercado.

O segredo do seu desempenho está em uma grande quantidade de “memória persistente”. Tal memória é, na verdade, um conjunto de memória que funciona de uma forma semelhante a memória RAM, porém, diferente dessa, os dados não são apagados quando o PC é desligado. Daí vem o nome memória persistente. O Tal protótipo do The Machine tem nada mais nada menos do que 2,4 TB desse tipo de memória em seu hardware. É nesse espaço onde os dados ficam salvos para processamento.

Quantidades enormes de memória persistente e conexões fotônicas ajudam a explicar a ideia por trás da The Machine (Foto: Divulgação/HPE)

Quantidades enormes de memória persistente e conexões fotônicas ajudam a explicar a ideia por trás da The Machine (Foto: Divulgação/HPE)

Mas, esse PC não tem processador? Tem sim, mas o segredo do tal super desempenho está nas pontes fotônicas de silício. Tais pontes funcionam de forma similar as fibras óticas de transmissão de dados, dessa maneira os dados vão da memória persistentes até o processador muito mais rapidamente do que o padrão atual, fazendo com que todo o processo seja extremamente mais rápido, sem a necessidade de um grande poder de processamento, e ainda mantendo bons níveis de temperatura.

hp-the-machine

A HP informou que sua tecnologia poderá ser usada em grandes servidores, PCs doméstico, dispositivos IoT e até mesmo em smartphones, o que incrível. Vamos ficar de olho nos próximos capítulos dessa história.

Fonte: Techtudo

Share.

About Author

Funcionário Público Federal, formado em Licenciatura em Química, Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta do Windows Phone. Carpe Diem