DestaqueNotícias

Huawei pode fazer negócios com a Microsoft novamente

A proibição comercial dos EUA contra a Huawei forçou a fabricante a abandonar não somente os aplicativos do Google em novos modelos de telefone, mas também afetou o negócio de computadores da empresa chinesa. A proibição comercial também bloqueou o acesso da Huawei ao Windows e outros softwares da Microsoft em seus laptops e dispositivos híbridos.

Felizmente, a Microsoft já confirmou que o Departamento de Comércio dos EUA aprovou o retorno das operações comerciais e, assim, a gigante de Redmond tem carta branca para exportar “software de mercado em massa” para a Huawei.

Confira o pronunciamento de um representante da Microsoft a seguir:

“Em 20 de novembro, o Departamento de Comércio dos EUA aprovou o pedido da Microsoft que concedeu uma licença para exportar software de mercado em massa para a Huawei. Agradecemos a ação do Departamento em resposta ao nosso pedido”

O que isso significa para os laptops Huawei?

A Microsoft não mencionou nenhum software específico, como o Windows ou o Office, como parte dessa licença. Presumimos que a gigante de Redmond ganhou uma licença geral para exportar software de consumo para a Huawei, em vez de uma licença para um produto específico.

Como a Microsoft está autorizada a vender novamente seus softwares de consumo para a Huawei, isso significa que a gigante chinesa poderá oferecer novamente o Windows em seus novos laptops. A empresa teve que recorrer a opções alternativas vendendo alguns de seus MateBooks com Linux embarcado na esperança de contornar os problemas causados pela proibição do Departamento de Comércio Americano.

Outra ponto crucial para o Huawei Matebook é a Intel, já que a proibição contra a gigante chinesa também afetou a distribuição de processadores da empresa americana para a empresa chinesa. A Intel confirmou no início deste ano que tinha solicitado uma licença para voltar a vender seus chips de computador de forma geral para a Huawei, mas ainda não existe nenhuma confirmação se a Intel também recebeu aprovação do Departamento de Comércio.

Temos um grande avanço em favor da Huawei que, aos poucos, consegue liberações para voltar a fazer negócios com as empresas americanas. Isto é muito bom e nós do Windows Team torcemos para que toda essa situação se resolva e a Huawei consiga voltar a conquistar seu lugar com uma empresa gigante que fornece produtos e serviços de qualidade.

E você caro leitor, acredita que a Huawei se recuperará desse revés? Deixem seus comentários.

Fontes: Windows Centar e Android Authority

Diego Mendes
33 anos, Paulista, libriano, apaixonado por tecnologia e pelo ecosistema Windows. Fã da Nokia e dono de um Huawei P30 PRO.