Linha Surface da Microsoft agora é um negócio de US $ 4,3 bilhões e abocanhou o mercado da Apple

0

Depois de acrescentar mais de 1 bilhão de dólares em caixa com a linha Surface, a Microsoft, segundo os resultados do Q4 2016 (Microsoft FY Q2 2017), está contente com os ótimos números para o ano todo de 2016. O mercado de PCs Premium com a marca Microsoft é, definitivamente, um ótimo negócio, e a Apple sentiu a pancanda.

A Microsoft gerou US $ 1,3 bilhões de dólares em receitas provenientes da sua linha Surface no Q4 2016, com uma soma total durante o ano de US $ 4,3 bilhões de dólares!

Apesar de não haver atualizações recentes para os relatórios do Microsoft Surface Pro, a linha Surface tem desfrutado de 3 trimestres consecutivos de crescimento de mais de 25%, com compradores aderindo à mais recente geração do Surface Pro 4 e do Surface Book, ao invés do Surface Pro 3, que está acabando.

Surface Studio_2

O Surface Studio é um bom exemplo de grande inovação tecnológica

Agora, a linha de hardware também é rentável em termos de margem bruta, e a Microsoft relata uma recepção particularmente forte para o Surface Studio, que vendeu mais do que o esperado e teve a produção dobrada para atender a demanda maior neste trimestre.

Tanto o Surface Pro e o Surface Book deverão receber uma atualização em 2017 e é claro, os rumores sobre o Surface Mobile (Phone) inovador e rodando o Windows 10 completo em ARM, estão por todos os lados, o que sugere um 2017 ainda mais emocionante para a Microsoft e os usuários.

Apple sentiu o golpe

Há quase 10 anos atrás, em 2009, o NPD anunciou que a Apple tinha mais de 90% do mercado de PCs high-end custando mais de US $1000 dólares.

Muita coisa aconteceu desde então, incluindo a ascendência do iPhone como o principal lucro da Apple e, mais recentemente, a linha Surface da Microsoft, que inspirou os OEMs de PC à fazer equipamentos bem melhores em termos de inovação e qualidade.

O resultado da Apple abandonar este mercado, foi a pisada na bola com o recente lançamento no final de outubro de 2016 do novo Macbook Pro, que teve como sua maior inovação uma barra de toque e a remoção de um grande número de portas essenciais.

Agora, a CFO da Microsoft, Amy Hood, confirmou que o resultado das OEMs Windows obtiveram ganhos no terreno santificado da Apple, ou seja, os PCs com preço alto e grande margem de lucro. Veja o tweet abaixo da repórter de tecnologia da Blomberg, Dina Bass:

Os resultados financeiros da Microsoft também confirmaram que as receitas de licenciamento de Windows das OEMs para dispositivos de consumo, cresceram 5%, principalmente devido a uma mistura maior de dispositivos Premium.

A Microsoft famosamente, disse que o lançamento do Surface Studio levou muitos a alegarem que a Microsoft é mais inovadora do que a Apple, e o anúncio do MacBook Pro foi decepcionante, com “mais e mais usuários de Mac mudando para o Surface.

Parece que a linha Surface da Microsoft, não foi a única se beneficiar, o que é uma boa notícia para as OEMs, lutando contra o lento mais contínuo declínio do mercado de PCs.

Sua maior participação no mercado high-end também resultou em maiores lucros para as OEM Windows, que deverão conduzir melhor o envolvimento, seguindo a direção da Microsoft em PCs, laptops, Headsets VR, e muitos dispositivos e até mesmo o Surface Mobile, ou o dispositivo definitivo.

De qualquer forma, a notícia é uma celebração para os fãs de Windows que preferem ter o estilo e função em seus computadores. Está bem claro, que a linha Surface é o padrão que a Microsoft está entregando, e assim irá forçar as OEMs também a desenvolver belos produtos para os seus consumidores e atender mercados onde ela não atua, como o Brasil, por exemplo.

Fonte: MSPU

Share.

About Author