Terca-Feira, 18 de Dezembro de 2018
Home Notícias

MacAfee, Norton e outros antivírus não funcionarão com o Microsoft Edge, e isso é uma coisa boa

11/12/2017 467 0
MacAfee, Norton e outros antivírus não funcionarão com o Microsoft Edge, e isso é uma coisa boa

Os usuários comuns estão fazendo perguntas sobre a compatibilidade do McAfee e outros AntiVírus (AV) do mercado com o Microsoft Edge. O problema dos produtos AV com o Edge é a falta de suporte à ActiveX e plugins. Isso significa que esses AV (AntiVírus) não podem se injetar no navegador Edge do jeito que eles faziam no Internet Explorer.

O Microsoft Edge não suporta controles ActiveX e não oferecerá suporte a ActiveX . Esta é a tecnologia que a maioria dos produtos AntiVírus do mercado usam para se conectar ao Internet Explorer. O problema é que o ActiveX é a fonte da maioria dos buracos de segurança do navegador. Esse recurso sozinho torna o Edge mais seguro do que seu antecessor, o Internet Explorer.

“No entanto, as extensões do navegador têm um custo de segurança e confiabilidade: as extensões binárias trazem código e dados para o processo do navegador, sem proteção, e assim qualquer coisa que dê errado ou seja vulnerável na extensão também pode diminuir ou comprometer o próprio navegador. “-informa o Blog do Edge

A verdade é que você está muito mais seguro e melhor usando o Edge sem o McAfee ou qualquer outro produto AntiVírus. O Edge é muito seguro e em muitos aspectos, mais seguro do que o Internet Explorer, o Chrome ou o FireFox .

O Internet Explorer possui uma API especialmente desenvolvida para produtos antivírus se conectar. O problema é que eles parecem evitá-lo por um mecanismo muito menos estável e menos seguro. Muitos dos problemas que você tem com o Internet Explorer são devido a plugins, ActiveX e outros “ganchos” de terceiros, e não por culpa do próprio navegador.

Norton e outras empresas de antivírus estão preocupadas

A MacAfee não é o único produto antivírus de terceiros que informa aos usuários para evitar o Microsoft Edge, o Norton também está participando deste campanha para amedrontar os usuários. Se você pesquisar na Internet, eu tenho certeza que você continuará a encontrar outros fornecedores seguindo a mesma linha.

AVG assume uma abordagem diferente

Veja uma pergunta e resposta da AVG .

“Eu vejo que você não consegue instalar a solução de privacidade no navegador Microsoft Edge. Nós o ajudaremos com sua preocupação. Gostaríamos de informá-lo de que a solução de privacidade é compatível com dispositivos Firefox, Chrome, Android e iOS. No entanto, você não precisa se preocupar, pois suas atividades de navegação serão monitoradas pelo scanner de links e você será protegido. Se AVG mostrar como “você está protegido”, então você pode desfrutar de uma computação segura!
Deixe-nos saber se há algo mais que possamos fazer por você. Estamos felizes em ajudá-lo. ”

Os plug-ins da AVG não funcionarão no Edge, mas, isso não importa, porque o AVG filtra sites fora do navegador. Em outras palavras, o AVG verifica a atividade TCP / IP, para os sites mal conhecidos e bloqueia o acesso. É uma abordagem por fora.

O sandbox do Edge

Uma das razões pelas quais esses produtos de “segurança” de terceiros não podem se injetar ou ver a atividade do Microsoft Edge é o sandbox (contêiner) .

“A maior mudança na segurança do Microsoft Edge é que o novo navegador é um aplicativo Universal do Windows (UWP). Isso altera fundamentalmente o modelo de processo, de modo que tanto o processo de gerenciamento externo quanto os processos de conteúdo variados, todos vivem dentro de caixas de proteção de contêineres de aplicativos “.

 

Aqui estão algumas das maneiras pelas quais o Edge o impede o acesso de páginas maliciosas ou incorretas da Web:

  • Credenciais mais fortes e mais convenientes

“O Windows 10 fornece a tecnologia Microsoft Passport com criptografia assimétrica para autenticá-lo em seus sites”

  • Defendendo contra sites e downloads maliciosos

“O SmartScreen defende os usuários contra sites de phishing, realizando uma verificação de reputação nos sites que o navegador visita, bloqueando sites que são pensados para serem sites de phishing. Da mesma forma, o SmartScreen, tanto no navegador quanto no Shell do Windows, defende usuários contra downloads de software mal intencionado concebidos socialmente para usuários serem enganados na instalação de software mal intencionado “.

  • Defendendo contra sites falsos com reputação de certificado

Reputação de Certificado – recentemente, estendemos este sistema, permitindo que os desenvolvedores da Web usem o relatório do Bing Webmaster Tools diretamente para alertar a Microsoft de certificados fraudulentos”.

  • Novos Padrões da Web

“O Microsoft EdgeHTML ajuda na defesa contra ataques de “vigaristas” usando novos recursos de segurança nos padrões W3C e IETF”

A Realidade – Estamos seguros sem produtos antivírus?

Sim, você está! Na verdade, pelo menos 25% do público já poderia desligar os produtos AntiVírus no navegador devido apenas a problemas de desempenho. O Windows Defender faz um bom trabalho para manter tudo limpo. Defender não é perfeito, mas, nenhum dos produtos AntiVírus de terceiros também são.

Uma coisa que o Windows Defender não faz e os AntiVírus comerciais fazem, é injetar-se no pipeline do navegador. Isso tem muitas ramificações, como injetar suas ineficiências no mecanismo de JavaScript, o que faz com que os sites travam e a navegação fique lenta. Há outros aspectos que esses produtos interferem com a renderização normal e o pipeline de solicitação que não apenas tornam o desempenho fraco, mas, apresentam muitos erros desnecessários. Muitas vezes, esses problemas são injustamente atribuídos ao Internet Explorer, coitado, quando na verdade, quem criou toda a dor de cabeça foi na verdade, os produtos AntiVírus.

O time da Microsoft Edge faz uma pesquisa aprofundada em torno da segurança da Internet e as ameaças que os usuários comuns enfrentam de forma rotineira. Hoje, existem muitas medidas contrárias incorporadas em todos os principais navegadores para protegê-lo de ataques de bandidos .

Então, quando você vê empresas como a Norton, MacAfee e outros fornecedores de produtos de “segurança”, dizendo para você: não use o Microsoft Edge, ignore sua tentativa desesperada de se tornar comercialmente viável e fique tranquilo, o Edge é muito seguro.

O Windows 10 é fornecido com o software antivírus embutido que você nunca sabe que está sendo executado. O Windows envia o Defender a anos. Atualiza em segundo plano e varre o seu dispositivo da mesma forma que os produtos de terceiros. A exceção é que não entra na experiência de navegação como fazem os produtos de terceiros. Isso significa que não degrada sua experiência.

Os fornecedores de antivírus, ao que parece, em breve não terão mais mercado. Eles precisam fazer alguma coisa para garantir que tenham mais tempo de sobrevida. É uma tática comercial depreciar o Edge e o trabalho da Microsoft, embora lamentável, encorajar os usuários a usar uma tecnologia mais antiga apenas para que eles possam vender um produto, o que está totalmente errado.

Vida longa ao Edge!

 

Fonte: Chris Love / Love2Dev

Compartilhe:

Comentários: