Segunda-Feira, 17 de Dezembro de 2018
Home Aplicativos

Maior plataforma de aplicativos do mundo é o Windows 10 e não o Android

15/11/2018 7660 0
Maior plataforma de aplicativos do mundo é o Windows 10 e não o Android

Se você tem um smartphone com Android ou iOS deve jurar de pé junto que a maior plataforma de aplicativos do mundo é o Android e sua Play Store. E se você já teve um telefone com Windows Phone ou ainda com Windows 10 Mobile, deve acreditar que tem argumentos mais do que suficientes para acreditar nisso, mas saiba que você está errado. E digo muito errado mesmo…

A maior plataforma de aplicativo do mundo, ou, em outras palavras, o sistema operacional com a maior quantidade de aplicativos disponíveis no mundo não é o Android nem o iOS, mas sim, o Windows 10. Você duvida? Então, vamos lá….

A primeira coisa que precisa ficar bem clara é que o Android e o iOS dependem quase que exclusivamente de suas lojas de aplicativos oficiais para sobreviver. Claro, existem lojas alternativas para o Android e isso logo de cara já torna essa plataforma superior a da Apple, pois, o portfólio não oficial de aplicações Android é vasto, mas ínfimo perto da quantidade de aplicações para Windows que não estão na Microsoft Store e que são perfeitamente funcionais e seguras.

Resultado de imagem para instalando firefox windows 10

A maioria dos usuários do Windows 10 ainda instalam aplicativos e programa buscando-os fora da loja

Vamos falar de números…

Para aqueles que gostam de provas numérias para compor sua opinião, aqui está o que estamos falando em números.

Atualmente, acredita-se que a Play Store conta com aproximadamente 2,6 milhões de aplicações distribuídas entre aplicações e jogos; a App Store da Apple para o iOS tem algo em torno de 2,1 milhões, mas e o Windows? O S.O. da Microsoft tem aproximadamente 35 milhões de aplicativos disponíveis. É quase 15X mais aplicações do que o maior dos concorrentes.

O problema é que nos acostumamos a chamar aplicações para Windows apenas de programas e nos smartphones apenas de aplicativos. Isso pode ter interferido na visão geral do que são aplicativos e programas quando, na verdade, na grande maioria dos casos eles são termos correlatos.

A grande questão é que os usuários de smartphones se habituaram a buscar seus aplicativos dentro das lojas oficiais dos sistemas operativos disponíveis, mas ao contrário desses, usuários do Windows seguem pelo caminho tradicional e geralmente fazem o download das aplicações pela internet via arquivos executáveis (.exe), deixando a loja em segundo plano.

“Apenas no Windows 10, nós trabalhamos para entregar qualidade a mais de 700 milhões de usuários ativos mensalmente. Há mais de 35 milhões de aplicações diferentes com mais de 175 milhões de versões distintas, além de 16 milhões de combinações únicas de hardware”, diz uma postagem da Microsoft.

O fato é que o Windows continua sendo a plataforma mais popular e mais usada no mundo quando o assunto é produtividade e trabalho.

O Android e o iOS continuam sendo bastante populares, mas essa popularidade está muito mais ligada a praticidade no consumo de mídia e aplicações móveis simplificadas, ou seja, que permitem realizar ações mais simples e de maneira mais rápida e práticas, porém, quando o assunto reque mais atenção, seja mais complexo ou exija mais produtividade, você precisará “correr” para o Windows.

Satya Nadella, atual CEO da Microsoft, quer aprimorar ainda mais a ideia de que Windows e produtividade são sinônimos, tanto que o executivo transformou o Windows em um serviço, o que fez com que ele possa ir para muito além do que um simples produto poderia.

Agora, o Windows pode ser usado para diversos fins e pode ser “consumido” e usado de maneiras diversas. Aos poucos, as pessoas passaram a usar o Windows como uma porta que dá acesso a serviços diversos, como as aplicações de produtividade, como o Office 365, as aplicações de armazenamento e Nuvem, como o OneDrive e o Outlook, aplicações corporativas, como o Azure e o Dynamics, e assim por diante. O Windows se tornou a porta de entrada para acessar aplicações diversas que juntam somam um portfólio de mais de 35 milhões de apps.

E se Nadella e sua equipe conseguirem levar o Windows para telas tão pequenas quanto a de um smartphone sem que o sistema perca tais características, quem sabe, um dia, o Windows retome seu lugar de destaque entre todos.

E agora… você acha mesmo que seu smartphone Android tem mais aplicativos do que seu PC com Windows?

Compartilhe:

Comentários: