A Microsoft anunciou que investirá US$5 bilhões em Internet das Coisas nos próximos 4 anos. É uma quantia enorme de dinheiro. É um valor tão alto que nem toda grande empresa tem esse valor de mercado.

Mas, porque tamanho investimento em IoT?

O maior objetivo é capacitar cada empresa a transformar seu negócio, e o mundo como um todo, com soluções conectadas. A Microsoft pretende destinar ainda mais recursos para pesquisa e inovação em IoT, e o que está evoluindo para ser a nova fronteira inteligente. Com plataforma de IoT na nuvem, sistemas operacionais e dispositivos, a empresa quer simplificar a jornada de IoT para que qualquer cliente, independentemente do tamanho, experiência técnica, orçamento, setor ou outros fatores, possa criar soluções confiáveis e conectadas que melhorem as experiências dos seus clientes e dos negócios, além do cotidiano das pessoas em todo o mundo.

Muitos podem não saber, mas a Microsoft investe em em IoT desde antes que o termo fosse tão conhecido, na época em que as empresas tinham terminais em suas fábricas, prédios e outros dispositivos que eram totalmente “obscuros”. Hoje, a ideia é dedicar ainda mais recursos a pesquisa e inovação em IoT e o que está evoluindo para ser a nova fronteira inteligente.

Atualmente, as ofertas de IoT da Microsoft incluem o que as empresas precisam para começar, desde sistemas operacionais para dispositivos, serviços em nuvem para controlá-los e protegê-los até análises avançadas para obter informações e aplicativos de negócios para permitir uma ação inteligente.

Empresas como a Steelcase, Kohler, Chevron, United Technologies e Johnson Controls estão inovando com a plataforma IoT da Microsoft, lançando novos produtos, soluções e serviços que transformam seus negócios.

A Johnson Controls transformou o termostato em um dispositivo inteligente que pode monitorar condições para otimizar automaticamente as temperaturas de um edifício. A Schneider Electric construiu uma solução para aproveitar a energia solar na Nigéria e usar nossa plataforma de IoT para fazer manutenção remota nos painéis, para manter literalmente as luzes acesas. A Kohler criou uma nova linha de utensílios de cozinha e banho inteligentes que não são apenas luxuosos, mas mais econômicos. O Departamento de Transportes do Alasca está trabalhando com a Fathym, sediada no Colorado, para construir estradas inteligentes que monitorem as condições climáticas e possam alertar os motoristas e funcionários do governo sobre condições traiçoeiras.

Essas histórias continuam rolando. A cada nova implementação, todos testemunhando uma transformação única. Também é possível observar como clientes e parceiros superam os desafios específicos da criação de uma solução de IoT, que aproveite grandes quantidades de dados, diz a Microsoft por meio da Julia White, que é Vice-presidente Corporativa de Microsoft Azure. Não importa se estão construindo produtos que transformam a casa, o escritório ou o chão de fábrica, uma coisa é clara: a IoT é um esforço colaborativo e multidisciplinar que abrange o desenvolvimento na nuvem, a aprendizagem de máquina, a Inteligência Artificial, a segurança e a privacidade.

Saiba mais sobre isso aqui.