Terca-Feira, 23 de Outubro de 2018
Home Destaque

Microsoft apresenta o Surface Hub 2 e ficou incrível!

15/05/2018 583 0
Microsoft apresenta o Surface Hub 2 e ficou incrível!

Lembra do Surface Hub? Bem, ao contrário dos outros PCs da Microsoft – o Surface Pro, o Book, o Laptop e o Studio – o Hub era um dispositivo gigantesco e caro destinado à colaboração no local de trabalho, e não aos consumidores médios/comuns. Provavelmente Nunca iria estrelar comerciais ou fazer as pessoas virar a cabeça nas lojas de eletrônicos. Apesar de um relativo sucesso e sendo vendido para mais de 5.000 clientes, a Microsoft entende que poderia fazer mais. Seu sucessor, o Surface Hub 2, é outro assunto inteiramente diferente. A Microsoft, quando se trata da linha Surface, a conversa é em outro nível.

O Surface Hub 2 é uma elegante tela touchscreen 4K + de 50,5 polegadas (a resolução exata ainda está sendo finalizada) que pode ser girada com um leve deslizar, transformando-a em uma enorme tela de retrato. Isso é útil tanto para rabiscar anotações com colegas quanto para bater papo por vídeo com alguém quase em tamanho real. Você pode agrupar até quatro Surface Hubs juntos para criar uma tela de exibição ainda maior ou distribuir vários Hubs 2 ao redor da sala, cada um desempenhando funções diferentes. Ele apresenta cases e montagens em desenvolvimento co-desenvolvidos com a Steelcase, com a qual a Microsoft se associou no ano passado para vislumbrar espaços de trabalho criativos. Mesmo a taxa de proporção 3 x 2 é única, já que todas as outras telas grandes atualmente são 16 x 9 mais largas.

O Surface Hub 2 não é apenas outro monitor conectado. É uma tentativa ousada de transformar a maneira como trabalhamos. Panos Panay, diretor de produtos da Microsoft, descreve-o mais como um grupo de funcionários – algo que tira as pessoas de seus assentos e o faz colaborar de maneiras totalmente novas. Naturalmente, há suporte a tela sensível ao toque, mas, você também pode enviar documentos para o Surface Hub 2 a partir do seu computador ou controlar apresentações usando seu telefone. E talvez, o mais importante para a Microsoft, está profundamente conectado ao Microsoft Teams, ajudando a colaborar ainda mais na estratégia da empresa para o mercado corporativo.

“As pessoas se engajarão de maneira diferente conforme o fator de forma as permitir”, disse Panay em uma entrevista. “É como o seu telefone. Você pega o dispositivo pela primeira vez e seu comportamento muda. Você pega um dispositivo Surface pela primeira vez e mudou… Já temos clientes que o estão usando, temos profissionais de TI nos dizendo o que precisam, temos facilitadores nos dizendo para onde o futuro do escritório está indo. Podemos ver como as pessoas estão começando a mudar ”.

Claro, isso pode soar como propaganda de marketing. Mas, é um pouco mais crível hoje, depois de ver como os outros dispositivos Surface da Microsoft abriram novos caminhos para os PCs. Enquanto os tablets Surface tiveram um início difícil, a Microsoft acabou acertando a mão com Surface Pro 4 e o mais recente, Surface Pro, abrindo o caminho para conversíveis e PCs híbridos de outras empresas. O Surface Book impulsionou esse conceito ainda mais para caber no hardware que você esperaria de uma estação de trabalho poderosa. E a tela inclinável do Surface Studio tornou muito mais versátil do que uma multifuncional típica. (O Surface Laptop é outro exemplo de um laptop muito bom.)

Ver alguém rodando uma tela de 50,5 polegadas é surpreendente no começo. Mas, depois de testemunhar um Surface Hub 2 de pré-produção em ação no campus da Microsoft, é fácil ver como ele pode ser atraente para os funcionários de escritório. No modo retrato, o dispositivo se torna algo mais parecido com um cavalete. É inclinado em um ângulo para facilitar a escrita – mas, é quase como se estivesse convidando você a interagir com ele. E como não é uma tela widescreen tradicional, você também pode chegar ao topo da tela facilmente.

Bate-papo com vídeo no Surface Hub 2 no modo retrato é uma revelação. Conceitualmente, é semelhante a manter seu telefone no modo retrato durante uma chamada de vídeo, apenas em uma escala muito maior. Na prática, essa escala maior significa que as pessoas aparecem em tamanho real no Surface Hub 2, como se você estivesse transmitindo-as para o seu escritório. Naturalmente, a experiência é melhor se essa outra pessoa também estiver usando um Surface Hub 2 e uma de suas câmeras 4K. Mas, seria útil mesmo com uma webcam ou câmera de celular típica.

Em vez de oferecer um hub gigante de 84 polegadas, você pode conectar vários monitores juntos (até quatro) para um efeito de tela grande semelhante. Claro, você terá que conviver com os painéis quebrando a imagem. Mas, a estratégia de ladrilhos provavelmente será muito mais agradável para os departamentos de TI, já que eles podem aumentar seu investimento no Surface Hub 2, em vez de reduzir os US $ 21.899 para uma monstruosidade de 84 polegadas que poucas pessoas podem usar. (Panay também sugeriu que veremos outros tamanhos do Surface Hub 2, eventualmente.)

De acordo com Robin Seiler, gerente geral da divisão de hardware da Microsoft, e um dos co-criadores do Surface Hub 2, é um dispositivo que foi “projetado para o trabalho moderno”. Especificamente, é uma grande aposta no impulso para a colaboração em grupo, algo que está se tornando cada vez mais comum à medida que os nativos digitais entram no mercado de trabalho. Seiler diz que as estatísticas atuais indicam que cerca de 50% do nosso trabalho todos os dias é feito com outra pessoa.

“O Surface Hub [1] realmente nos ensinou duas coisas”, disse Seiler. “Quando as pessoas querem se encontrar juntas, elas não querem o atrito de fazer as coisas começarem. Mas, a outra coisa que nossos clientes nos dizem é que isso permite que as pessoas se levantem e fiquem lado a lado. E quando você trabalha assim, juntos, você cria dinamicamente, em vez de eu fazer um pouquinho, e depois mandar um e-mail para você e pedir para você checar mais tarde “.

Para facilitar a colaboração, o Surface Hub 2 também permite que várias pessoas entrem com suas contas da Microsoft, permitindo que você e um colega acessem seus arquivos sem interromper sua produtividade. Também é mais um sinal de quão profundamente o Surface Hub 2 está conectado ao Microsoft Teams. Você está livre para executar qualquer pacote de colaboração – ainda é um PC com Windows, afinal de contas – mas, de muitas maneiras, o dispositivo parece um apoio ainda maior para os produtos corporativos da Microsoft.

É muito cedo para saber se o Surface Hub 2 será a ferramenta de trabalho inovadora esperada pela Microsoft. Mas, no mínimo, tem uma chance melhor do que o seu antecessor. A empresa começará a testar o Surface Hub 2 com parceiros ainda este ano, e espera lançar oficialmente o dispositivo em 2019. Também não há detalhes de preços, mas esperamos que seja mais barato que o Surface Hub 1, que atualmente custa US $ 8.999.

panos-panay

Panos Panay

“Na produção de produtos, acredito que sempre há uma diferença entre um produto emocional e um não emocional”, disse Panos Panay. “Não importa se é um espaço de TI ou um ambiente de negócios. No final das contas, se há algo que conecta as pessoas aos produtos, isso traz o que há de melhor.”

Não sei qual a opinão de vocês, queridos leitores, mas, eu gostaria muito de ter vários Surface Hubs espalhados pela casa e no trabalho.

Deixe sua opinião nos comentários.

Fonte: Engadget

Compartilhe:

Comentários: