Microsoft aumenta para 36 meses o prazo de suporte ao Windows Phone 8 para usuários corporativos

25

Durante o evento da Nokia em Adu Dabhi, o Nokia World 2013, a Microsoft aproveitou para confirmar o suporte ao Windows Phone de 18 meses, porém, ela divulgou que está estendendo esse prazo de suporte para 36 meses para os clientes corporativos.

Enterprise Feature Pack windows phone gdr4

Além disso, eles confirmaram que lançarão um novo Enterprise Feature Pack no primeiro semestre de 2014. Esse Feature Pack vai trazer recursos dedicados a empresas e que são desejados há muito tempo, nos quais estão inclusos: VPN support e S/MIME encrypted email.

Eles ainda aproveitaram para anunciar novos aplicativos dedicados ao mundo corporativo, como: GoToMeeting e Cisco WebEx, que já estão a caminho. Parece que a Microsoft vai investir pesado no mundo corporativo, este que tem milhões de potenciais usuários.

Fontes: WMPoweruser

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP – Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!

  • vamos MS acelera. ta muito devagar

  • Francisco Lunardi

    O mesmo choro de sempre, os mesmos chorões de sempre…

  • Daniel Kester

    vo é migrar para o android porque a MS depois que comprou a Nokia divisão de Smartphone virou uma bosta e só anda abandonando seus clientes. que possuem outros aparelhos a não ser Nokia.

    • Não boia, não boia. A compra ainda nem foi aprovada!

      • Daniel Kester

        pode ate nao ter acontecido mas que tem um grande descaso da MS, isso tem.

  • Marcelo Bastos de Barros

    Até parece que alguém que comprou aparelho agora vai ficar com o mesmo até 2015. Que todos sejam mais sensatos na hora de fazer determinadas reclamações…

    • Felipe

      Ok, agora, haverá garantias de que os modelos lançados em 2014 ou mesmo 2015 receberão a próxima versão?

      O Windows Phone 7 foi lançado no segundo semestre de 2010.

      O Lumia 800 e 710 foram lançados no final de 2011.

      O Lumia 900 foi lançado em 2012.

      E é claro, mesmo os modelos lançados em 2011, como os lançados em 2012 (mesmo ano do lançamento do Windows Phone 8, que não ocorreu três anos depois, mas sim dois anos depois) não foram atualizados ou receberam suporte “decente”.

      A reclamação é simples. Haverá suporte “de verdade”? Ou apenas mais uma promessa vaga de suporte?

      O Windows Phone 7 era para estar ativo, a sua última versão saiu no começo deste ano.

      Mas o que a Microsoft fez para mantê-lo ativo? Nada. E pior, além de não ajudar, só anda atrapalhando retirando jogos pagos da loja sem dar boas explicações.

      O usuário paga pelo jogo, e fica sem a opção de reinstalar o mesmo? Muito justo, ético, e respeitoso da parte dela. No final, fez os seus usuários pagarem por uma espécie de aluguel, e a cada nova versão lançada, faz de tudo para #####-## de uma forma diferente. Será diferente dessa vez? Eu acho que não.

      • Andriw

        Vocês estão confundindo suporte com melhorias no sistema. A MS pode não atualizar o aparelho ano que vem para o WP9, mas pelo suporte, se os aparelhos com WP8 derem pau por algum bug, ela lança uma atualização corrigindo.

        • Felipe

          Alguém aqui cobrou por melhorias no sistema?

          Suporte de verdade é dar atenção aos usuários, lançar aplicativos compatíveis (não digo todos) e atualizar os disponíveis, além de corrigir “mesmo” os bugs.

          Quando o Windows Phone 7.5 foi lançado, o destaque era a integração com redes sociais além do MSN Messenger vir embutido.

          Agora, o que custa ela corrigir o Facebook no aplicativo nativo de mensagens? Seria pedir demais que esse recurso ao menos funcionasse adequadamente?

          E o MSN Messenger que foi retirado? Porque não colocar o Skype no lugar (nem que fosse apenas para mensagens de texto)? Isso valeria também para o WP8.

          Não estaríamos pedindo coisas a mais, mas sim o que existia e um dia já funcionou, além de recursos equivalentes ao que foi entregue como “diferencial” a um ano e meio atrás.

          Vamos ver como será a satisfação dos usuários que estão apostando no WP8 se ele tiver esse mesmo tratamento.

          • José Marcelo

            Engraçado como alguns jogos andam sumindo da loja do WP7.x, eu comprei Assassins Creed, agora já não está mais disponível para o os usuários do WP7.x. Quero ver quando isso começar acontecer com os usuários do WP8.. opa calma ai, é só beber um copo com água e ir trocar de smartphone.

          • Felipe

            No Windows Phone 8, ainda é possível fazer o backup do arquivo de instalação. Agora, quantos estão se preocupando com isso? Depois, vão ter que correr atrás daqueles que baixaram, e se não encontrarem, ficarão na mesma situação daqueles que sequer possuem essa opção (usuários do WP7).

            De qualquer forma, os aplicativos deveriam continuar funcionando em modelos novos. O que significa que, se você comprou 10 jogos para o WP7, com certeza você vai querer que eles funcionem no WP8, WP9, ou não poderemos chamar isso de plataforma.

            Mesmo com todos os problemas ocorridos até hoje, no Android, se eu comprei um jogo compatível com o Android 2.1, ele continua compatível com as versões recentes. Simplesmente porque isso é o mínimo. E é claro, é possível fazer o backup com facilidade dos aplicativos e jogos pagos ou baixados (o mesmo vale para o iOS a tempos, onde você pode armazenar tudo baixado/comprado no iTunes em qualquer PC).

            Não é pedir demais que ela entregue um suporte mínimo, não? Porque até hoje não podemos fazer um simples backup? Mas não, estamos mesmo “pedindo demais”.

      • Marcelo Bastos de Barros

        Quanto a jogos e até em relação a aplicativos pagos (e mais caros), concordo que deveria haver algum tipo de garantia. Mas temos que ser realistas quanto ao mercado pois ano que vem todo mundo estará dando um jeito de trocar de aparelho novamente. A própria política das operadoras favorece isso.

        • Felipe

          Mesmo que você troque de modelo, se for na mesma plataforma, você vai querer “levar” tudo o que comprou dentro dela. Principalmente os jogos.

          Agora, se hoje ela já está facilitando o sumiço deles, como os usuários manterão os mesmos consigo? Não compraram? Deveriam ter o direito, desde o dia da compra, de fazer um backup.

          No WP8 é possível guardar o arquivo de instalação (para instalar, que eu me lembre é necessário utilizar um cartão MicroSD, agora, e os modelos que não possuem esse recurso, como o Lumia 920?).

      • juniorlucio

        Disse tudo. Esse é o grande problema do WP. O que a Microsoft fez com os usuários de Lumia 900, e porque não, Lumia 800 é inaceitavel para quem quer brigar no mercado. Compatibilidade e retro-compatibilidade são coisas que NENHUM SO deve deixar de lado. Afinal, o Lumia 900 brigava de frente com o iPhone 4 (e o próprio 4S, senão me engano). Como um celular desse nivel fica sem suporte e sem novas atualizações/aplicativos depois de um semestre? O Android faz isso muito bem. As pessoas que tem ainda celulares com a versão 2.2.2, instalam aplicativos desenvolvidos para o 4.1.2. Perdem desempenho em algum deles? Obviamente, mas não ficam “na mão” por isso. Enfim, realmente dá pra se desconfiar desse “suporte” ao WP8. Quando vir o WP9, os aplicativos serão exclusivos a ele? E me desculpe os que dizem: “compra um celular mais novo”, mas quem pagou R$1.600,00 por um L.900 em Dezembro do ano passado, provavelmente não vai querer dar o mesmo valor por um 920 em Dezembro deste ano, com medo de seu celular ficar abandonado em Dezembro do ano que vem.

    • José Marcelo

      Então é melhor a Microsoft diminuir o suporte, afinal todo usuário troca de smartphone igual bebe água.

  • Jonathas

    EAP TLS????
    Isso vai chegar só pra “usuários corporativos” ou também para o povão??

  • José Marcelo

    Pura balela, quando laçarem o WP9 vão esquecer o 8, que irá definhar igual o WP7.X. Olha que o WP7.X tem suporte até 2014.

    • Fábio Moser

      Mas maginaaaa….
      Melhor seria a MS relançar o Windows Mobile 6.0 pra não deixar os usuários tristinhos e adiar o lançamento dos futuros Windows Phones pra 2030.

      • José Marcelo

        Melhor mesmo e ela dá um suporte decente do que ficar prometendo algo que não irá cumprir. Para que compra um WP8 agora se em 2015 ele provavelmente estará jogado as traças.

        • Felipe

          Pois é. Quando essa plataforma tiver tudo, sem que o usuário tenha que esperar meses para ter determinado aplicativo ou jogo, poderemos dizer que o melhor é comprar um modelo no lançamento de uma nova versão. Comprando no segundo ou terceiro ano, podemos cair em mais pegadinhas…

        • Andriw

          Mesmo assim, ainda acredito que os aparelhos com WP8 (Pelo menos as últimas versões Lumias XX5 em diante pelo HW) devam receber o WP9. Seria um suicídio não fazer. No caso dos WP7 a MS teve uma “desculpa” para não fazer, mas esta desculpa não terá como colar de novo.

          • Felipe

            A desculpa poderá ser a mesma. O hardware “evoluiu” do nada, e ela resolveu usar algum recurso novo, que inviabiliza a atualização para a próxima versão.

            Eu chuto que apenas o Lumia 1520 poderá rodar o Windows Phone 9.

            E da mesma forma como o Windows Phone 7 foi lançado no final de 2010. E o Windows Phone 8 no final de 2012. Eu não duvido também que o Windows Phone 9 já apareça no final de 2014 (ou mais tardar, no primeiro semestre do 2015).

            Ai veremos como será esse suporte de 18 meses para usuários comuns e 36 meses para usuários corporativos.

          • Antonio Marcos

            Meu amigo, vc por acaso procurou saber os reais motivos? Não foi só o hardware que ficou defasado, o kernel foi totalmente reescrito, dái não tinha como atualizar… Vamos procurar se informar hein amigo?

          • Felipe

            Kernel reescrito? E eu que preciso me informar…

            O kernel usado no Windows Phone 8 vem do Windows NT. Enquanto o kernel do Windows Phone 7 vinha do Windows CE.

            Porém, a API de ambos sempre foi similar. Por isso que a primeira versão do Windows CE era “muito” parecida com o Windows 95. Inclusive nos recursos.

            Nenhum kernel foi reescrito. Eles apenas portaram a API do Windows Phone 7 para o kernel do Windows NT (no caso, a mesma versão do kernel usado no Windows 8).

            Por isso que ambos compartilham a mesma interface e vários aplicativos. Porém, claro, a Microsoft passou a atualizar apenas os aplicativos do Windows Phone 8, além de incluir novos recursos apenas para ele também.

            Não significa que o Windows Phone 7 não poderia ter “bloqueio de rotação da tela”, por exemplo, afinal, até os desenvolvedores já conseguiram incluir esse recurso nesta versão (de forma não oficial, é claro).

            Agora, voltando ao hardware defasado. Sim, não daria para atualizar usando uma mesma versão. Mas, caso ela quisesse (vide o grande feito dela ao fazer o Windows 7 rodar em processadores Atom com 512 MB de RAM), poderia ter criado uma versão “capada” do Windows Phone 8, e colocado ele para manter a compatibilidade dos aplicativos e jogos básicos.

            Os modelos da primeira geração do Lumia também poderiam ter vindo com um hardware menos datado (que tal um processador Single Core de 2 GHz da Intel? Que foi usado no Motorola Razr i, e que entrega uma ótima performance mesmo rodando o “super pesado” Android 4.0).

            Existem inúmeras possibilidades, mas é mais cômodo pensar dessa forma. Que não havia qualquer possibilidade dela ter feito uma transição correta e não permitido que os modelos lançados no ano passado se tornassem tão descartáveis. Assim, quando os modelos atuais deixarem de receber o Windows Phone 9, ficará bem mais fácil de aceitar. É um bom ponto de vista e um verdadeiro exemplo de conformismo.

  • IDoug Germanotta

    Quanto mais gente melhor! Bota mais lenha nesse trem MS porque ele ainda está muito lento…