Microsoft confirma chegada do Lumia 530 no nosso mercado até agosto nas cores…

50

A Microsoft por meio de sua assessoria de imprensa confirmou que o recém anunciado Nokia Lumia 530 com Windows Phone 8.1, chegará ao mercado brasileiro ainda neste trimestre, isto é, até agosto.

A versão que receberemos aqui inicialmente será a Dual-SIM, e as cores que receberemos serão as: cinza escura (acho que eles consideram essa a cor Preta) e o branco. Se quiser colorir o seu Lumia 530 será necessário comprar as capinhas intercambiáveis separadamente como de costume.

Estamos nos movendo rapidamente para ajudar mais pessoas a experimentarem as tecnologias exclusivas Lumia, aplicativos de terceiros, e os serviços Microsoft que oferecemos em nossos principais produtos high-end”, diz Jo Harlow, Vice Presidente Corporativa da Microsoft Devices Group. “O Lumia 530 reforça o nosso compromisso em oferecer aparelhos acessíveis a todos e apresentar o melhor da Microsoft a mais pessoas“, completa a executiva.

Eles não chegaram a confirmar o preço do aparelho, porém, a especulação é que seu preço de lançamento por aqui não ultrapasse a casa dos R$ 500,00. Confira aqui mais detalhes sobre esse aparelho.

Nokia-Lumia-530-colours-jpg

Fontes: Microsoft Brasil

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP – Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!

  • Breno Ribeiro

    Espero anciosamente por um 730 com 1GB RAM e entrada para cartão sd,já estaria perfeito pra mim…
    E claro,se ele chegar a ser lançado.

  • Rafael Augusto

    Uma pena, perdemos a chance de ter um windows phone a R$400 no nosso mercado…

  • Filipe

    Mesmo que as capinhas estiverem disponíveis no mercado, não valem a pena. São apenas plástico e custam em média 59,00 reais. Mais que 10% do possível valor de 500,00.

  • Na boa, o valor não pode passar de 400,00. Comprei o 630 e 699,00 é muito alto pelo hardware que entrega.

  • GUTO

    Ta aí, gostei. Mas pra convencer alguém que entra na loja atrás de um Moto E ou algum android de entrada, a MS vai ter que fisgar o consumidor apelando para o preço. Tem que vir 399 ou menos, aí sim populariza o sistema de vez e posiciona novamente como melhor custo-benefício.