AplicativosNotícias

Microsoft e Oracle anuciam parceria histórica em serviços em Nuvem

Agora a coisa ficou séria… Microsoft e Oracle anunciaram uma parceria histórica em torno de serviços em Nuvem. A nova aliança entre as duas empresas possibilitará que clientes conjuntos executem cargas de trabalho corporativas de forma integrada no Azure e no Oracle Cloud.

o-on-azure-screen.png

Os serviços em Nuvem de ambas passarão a se interconectar de maneira que tudo será interoperável*. As empresas agora podem conectar serviços do Azure, como Analytics e AI, aos serviços do Oracle Cloud, como o Banco de Dados Autônomo.

Ao permitir que os clientes executem uma parte de uma carga de trabalho no Azure e outra parte da mesma carga de trabalho no Oracle Cloud, a parceria oferece uma experiência altamente otimizada, que une o melhor de ambas as nuvens. Juntos, o Azure e o Oracle Cloud oferecem aos clientes uma parada única para todos os serviços e aplicativos em nuvem de que precisam para executar seus negócios inteiros.

“O Oracle Cloud oferece um conjunto completo de aplicativos integrados para vendas, serviços, marketing, recursos humanos, finanças, cadeia de suprimentos e manufatura, além de infraestrutura Generation 2 altamente automatizada e segura com o Banco de Dados Autônomo da Oracle”, disse Don Johnson, EVP da Oracle. Cloud Infrastructure (OCI), no anúncio de quarta-feira. 

“A Oracle e a Microsoft atendem às necessidades de clientes corporativos há décadas. Com essa aliança, nossos clientes em comum podem migrar todo o conjunto de aplicativos existentes para a nuvem sem precisar reformular nada, preservando os grandes investimentos que já fizeram”. Completou ele.

Scott Guthrie, vice-presidente executivo da Microsoft, teceu os seguintes comentários sobre a parceria:

“Como a nuvem escolhida para a empresa, com mais de 95% das empresas da Fortune 500 usando o Azure, sempre estivemos focados em ajudar nossos clientes a prosperar em suas jornadas de transformação digital”. Com a especialização corporativa da Oracle, essa aliança é uma escolha natural para nós, pois já ajudamos nossos clientes em comum a acelerar a migração de aplicativos e bancos de dados corporativos para a nuvem pública”.

Como resultado dessa parceria expandida, as empresas estão hoje disponibilizando um novo conjunto de recursos, são eles:

  • Azure e Oraclre Cloud interconectados – conecte o Azure e o Oracle Cloud perfeitamente, permitindo que os clientes estendam seus datacenters locais para as duas nuvens. Esta interconexão direta está disponível a partir de hoje em Ashburn (América do Nort ) e Azure US East (leste dos EUA), com planos para expandir regiões adicionais no futuro;
  • Gerenciamento unificado de identidade e acesso – por meio de uma experiência unificada de logon único e provisionamento automatizado de usuários, para gerenciar recursos no Azure e no Oracle Cloud. Também disponível na pré-visualização antecipada de hoje, os aplicativos Oracle podem usar o Azure Active Directory como o provedor de identidade e para acesso condicional;
  • Aplicativos personalizados e unificados – implantação com suporte de aplicativos personalizados e aplicativos Oracle empacotados (JD Edwards EnterpriseOne, E-Business Suite, PeopleSoft, Oracle Retail, Hyperion) no Azure com bancos de dados Oracle (RAC, Exadata, Banco de Dados Autônomo) implantados no Oracle Cloud. Os mesmos aplicativos da Oracle também serão certificados para serem executados no Azure com bancos de dados Oracle no Oracle Cloud;
  • Modelo de suporte colaborativo – um modelo de suporte colaborativo está sendo lançado para ajudar as organizações de TI a implantar esses novos recursos, permitindo que aproveitem os relacionamentos e processos de suporte ao cliente existentes;
  • Mantendo o que já funciona bem – O Oracle Database continuará sendo certificado para ser executado no Azure em vários sistemas operacionais, incluindo o Windows Server e o Oracle Linux.

É realmente uma parceria fantástica que deixa os concorrentes da Microsoft e da Oracle nesse setor com os olhos arregalados, mas pensando do lado organizacional, era algo já esperado de ambos os lados. Oracle e Microsoft são parcerias de longas datas, então, foi uma manobra sadia para ambos os lados.

Fonte > prnewswire e zdnet > mais informações sobre a parceria aqui:

*Interoperabilidade é a capacidade de um sistema (informatizado ou não) de se comunicar de forma transparente (ou o mais próximo disso) com outro sistema (semelhante ou não). Para um sistema ser considerado interoperável, é muito importante que ele trabalhe com padrões abertos ou ontologias

Alexandre Lima
Microsoft MVP Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!