NotíciasXbox

Microsoft e Razer trabalham no suporte de teclado e mouse no Xbox

Segundo informações confirmadas pela equipe do Windows Central e do The Verge, a Microsoft e a Razer estão trabalhando para trazer o suporte de mouse e teclado para o Xbox One ainda este ano. E tem mais… não só teremos tal suporte, como a Razer prometeu liberar a API do sistema de iluminação Chroma RGB para os jogos do Xbox.

A iluminação Chroma RGB usada em teclados top de linha da Razer consiste em um sistema de iluminação programável que pode até mesmo interagir com elementos do jogo. Um bom exemplo dessa interação é no jogo Overwatch, no qual é possível detectar cooldowns de habilidade por meio da identificação da cor no teclado.

A Razer já havia liberado essas API’s para outras parcerias, como a  MSI, NZXT, AMD, Thermaltake, Lian Li, Vertagear e Ducky, que ganharam a habilidade para utilizar todos os recursos de iluminação do Chroma RGB, incluindo a sincronização com luzes inteligentes Philips Hue.

“Os jogadores hoje possuem vários dispositivos habilitados para iluminação RGB, mas não podem desfrutar de uma experiência realmente imersiva, porque esses dispositivos não conversam entre si”, explica Min-Liang Tan, o CEO da Razer.

Mas, com a liberação da API, elas poderão fazê-lo, inclusive no Xbox One assim que o suporte for oficializado.

Mesmo a festa sendo grande com a chegada do suporte, uma grande polêmica já começa a se formar na comunidade gamer e ela gira em torno da implementação desse suporte no Xbox One. A polêmica é porque muitos jogadores acreditam que isso pode acabar por provocar uma disparidade muito grande no modo multiplayer de vários games, especialmente nos FPS. Boa parte acredita que quem joga com teclado e mouse tem muito mais vantagens sobre quem usa o controlador padrão do console.

Ainda bem que Mike Ybarra da Microsoft só confirmou que as desenvolvedoras vão implementar filtros para que os jogadores possam escolher jogar apenas com quem está usando um controlador, ou apenas com quem está usando mouse e teclado, ou pode não se importar com isso e escolher jogar com os dois.

O console irá detectar se o jogador está usando um controlador ou o conjunto teclado + mouse, mas caberá as desenvolvedoras adicionarem os filtros necessários para que “salas” específicas sejam criadas no multiplayer com essa diferenciação. Então, na teoria, ao entrar no modo multiplayer o jogador verá listas específicas de players que estão jogando com controladores e outras com quem está usando mouse e teclado ou ambos. Sendo assim, essa disparidade apontada por gamers ficará restrita a salas sem filtro que serão acessadas apenas por aqueles que desejarem.

Vale lembrar que tudo isso que estamos falando faz parte do grande plano da Microsoft em tono do Cross play, que consiste em um sistema que integra o multiplayer de várias plataformas de jogos diferentes. Um bom exemplo de Cross play é o Minecraft, que é da Microsoft, e que hoje funciona no Xbox One, PCs com Windows 10, no Android da Google e no Nintendo Switch.

O que você pensa sobre isso? Bom ou ruim?

Alexandre Lima
Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP - Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!