Terca-Feira, 18 de Dezembro de 2018
Home Dicas

Microsoft explica o quanto seu PC pode ficar lento com o patch que protege sua máquina contra o Meltdown e o Spectre

09/01/2018 413 0
Microsoft explica o quanto seu PC pode ficar lento com o patch que protege sua máquina contra o Meltdown e o Spectre

A Microsoft veio a público para explicar o quanto seu PC pode ficar lento com o patch liberado para o Windows que protege sua máquina contra o Meltdown e o Spectre, que são duas graves falhas de segurança que estão afetando processadores da Intel, AMD e até ARM. 

Antecipamos que o problema é muito sério, tanto que para corrigi-lo em definitivo seria preciso reprojetar praticamente todos os processadores atuais. Como isso não é viável, o jeito é desativar alguns recursos vulneráveis, e isso pode reduzir o desempenho de sua máquina. Quanto mais velha ela for, mais afetada será pela lentidão.

Quem detalhou o impacto do patch foi o Terry Myerson, chefe do Windows na Microsoft, e ele foi bem claro e transparente sobre a problemática.

Terry diz que com relação Meltdown, o impacto será mínimo no desempenho. No entanto, a atualização para o Spectre tem um nítido impacto no desempenho. A grandeza do impacto vai depender da versão do Windows e dependendo do processador que você tem. Veja mais detalhes a seguir:

  • PCs com Windows 10 e processadores Intel mais recentes (serie Skylake, Kaby Lake ou mais novo), “os benchmarks mostram desaceleração de um dígito”, e a maioria dos usuários não deve notar “porque essas porcentagens são refletidas em milissegundos”, disse Myerson;
  • PCs com Windows 10 e processadores Intel mais antigos (serie Haswell ou anteriores), os benchmarks “mostram desacelerações mais significativas”, e alguns usuários devem notar um desempenho inferior da sua máquina;
  • PCs com Windows 8.X e Windows 7 equipados com processadores Intel mais antigos (Haswell ou anteriores), “esperamos que a maioria dos usuários perceba uma diminuição no desempenho do sistema mais significativa que os demais”, completou ele.

Vale deixar anotado que as correções trazidas pelo patch via software corrigem boa parte das vulnerabilidades causadas pelo Meltdown, no entanto, para resolver o problema por completo do Spectre seria preciso uma troca física do hardware e mesmo isso não é possível, pois, ainda será preciso esperar por um novo projeto para os atuais processadores, o que ainda vai demorar para acontecer. Não é uma falha fácil de ser explorada, mas ela continuará lá… latente… leia mais sobre como se proteger do Meltdown e do Spectre aqui.

Até o presente momento, a Microsoft foi a empresa mais transparente sobre desempenho afetado. Apple e Google, com iOS e Android, não comentaram sobre queda na performance de smartphones.

Fontes: Microsoft, Tecnoblog e Tecmundo

Compartilhe:

Comentários: